Padre espanhol gera polêmica ao divulgar a cura de homossexuais

0
Padre espanhol gera polêmica ao divulgar a cura de homossexuais
Padre espanhol gera polêmica ao divulgar a cura de homossexuais

No site da Igreja Católica local ele divulgou 20 cartas com relatos de pessoas que conseguiram deixar a prática homossexual.

Na cidade espanhola de Alcalá de Henares um padre tem chamado à atenção e criado polêmica por divulgar no site da Igreja Católica cartas com depoimentos de pessoas que foram curadas da “AMS” (sigla para “atração sexual pelo mesmo sexo”) através de terapias apropriadas.

O portal da instituição diz que o monsenhor Juan Antonio Reig Pla tem como objetivo mostrar que muitas pessoas que possuíam “o estilo de vida gay” conseguiram se libertar perseguindo “os itinerários de liberdade e esperança”. Esses “itinerários” de acordo com artigos publicados pela Opus Dei seria condições fisiológicas humanas reversíveis, conforme explicado no site do Departamento de Medicina Preventiva da Universidade de Navarra.

O padre divulgou 20 cartas no total com relatos de ex-gays, dessas quatro foram entregues pessoalmente ao religioso sendo uma delas uma carta de uma jovem universitária de 22 anos que afirma que foi “tormentoso cair na homossexualidade” e que depois disso sua vida se tornar “infernal”.

Em outra carta um homem de 29 anos testemunha que se “liberou do inferno da vida gay” através da “defesa incondicional e valente”. Mas os testemunhos são muitos, e foram publicados justamente para dar resposta a uma declaração da autoridade máxima da Igreja Católica naquela cidade que durante a Semana Santa declarou que é possível se curar a homossexualidade.

“Desde pequenos, há pessoas que não são bem orientadas na sexualidade humana e têm atração pelo mesmo sexo”, discursou Reig Pla durante o Feriado de Páscoa. Para um jovem de 18 anos a intenção do padre é visível: “que se conheça a mentira gay, que se saiba que é possível mudar e que há esperança para todos que não querem uma vida de sofrimento”.

De fato o religioso realmente acredita que a homossexualidade pode ser “curada” através de terapias. “O problema pode ser solucionado com terapias apropriadas especialmente se a prática de atos homossexuais não se enraizaram”, disse ele ao ser consultado pela imprensa local.

Com informações Gospel Prime

Deixe uma resposta