Igreja católica da Inglaterra critica projeto de casamento gay

Igreja católica da Inglaterra critica projeto de casamento gay
Igreja católica da Inglaterra critica projeto de casamento gay

Uma das principais autoridades católicas da Grã-Bretanha, o cardeal Keith O′Brien, chefe da igreja da Escócia, denunciou neste domingo com vigor o projeto do governo britânico de legalizar o casamento gay, em uma nota editorial eublicada no Sunday Telegraph.

“O projeto de governo representa uma grotesca subversão de um direito humano universalmente aceito”, afirma o cardeal, que recorda que o artigo 16 da Declaração Universal de Direitos Humanos define o matrimônio como uma relação entre homens e mulheres.

O primeiro-ministro David Cameron espera redefinir o casamento civil e abrir a instituição para casais do mesmo sexo, durante seu mandato, que chega ao fim em 2015. Ele manifestou publicamente apoio ao matrimônio homossexual durante a última conferência do Partido Conservador em Manchester.

A secretária de Estado Lynne Featherstone deve iniciar uma consulta no próximo mês sobre a adoção do casamento gay na Inglaterra e em Gales.

“Nenhum governo tem autoridade moral para desmantelar a definição universalmente reconhecida do matrimônio”, destaca o cardeal em seu texto.

O projeto “ignora”, segundo o religioso, os direitos da criança de ter pai e mãe, e teria no futuro outras implicações graves.

“Se o matrimônio supõe apenas o amor entre adultos, o que impediria o casamento de três pessoas se desejasse?”, questiona.

Da AFP Paris

COMPARTILHAR