Canal de TV britânico diz que zomba de Jesus, mas nunca de Maomé

Canal de TV britânico diz que zomba de Jesus, mas nunca de Maomé
Canal de TV britânico diz que zomba de Jesus, mas nunca de Maomé

O chefe da BBC, Mark Thompson (Foto) admitiu que a rede de televisão britânica nunca zombaria de Maomé como zomba de Jesus.

Ele justificou a chocante confissão de preconceito religioso ao sugerir que zombar de Maomé poderia ter a “força emocional” de “pornografia infantil grotesca” (atraindo muita revolta e fúria do público).

O diretor geral da BBC disse que a rede jamais zombaria de Maomé como zomba de Jesus.

Mas Jesus é alvo fácil de zombarias, sem maiores consequências, porque, ele disse, o cristianismo tolera tudo e tem poucos laços com etnia.

Preconceito
O sr. Thompson diz que a BBC nunca teria transmitido Jerry Springer The Opera — um polêmico musical que zombou de Jesus — se seu alvo tivesse sido Maomé.

Ele fez as declarações numa entrevista para um projeto de pesquisa na Universidade de Oxford.

O sr. Thompson disse: “A questão é que para um muçulmano, uma representação teatral, particularmente uma representação cômica ou humilhante, do profeta Maomé pode ter a força emocional de uma peça de pornografia infantil grotesca”.

Insultos
Um representante da BBC não estava disponível para comentar.

No ano passado o ex-âncora de notícias da BBC Peter Sissons disse que os cristãos são “alvo fácil de zombarias e insultos”, sem maiores consequências, na empresa, enquanto ao mesmo tempo é proibido ofender muçulmanos.

O sr. Sissons, cujas memórias foram publicadas em série no Daily Mail, disse: “O islamismo não deve ser ofendido a qualquer preço, porém os cristãos são alvo fácil de zombarias e insultos porque eles não fazem nada para se defender quando são ofendidos”.

O ex-apresentador também disse que os funcionários têm suas carreiras prejudicadas se eles não seguem a mentalidade da BBC.

As informações são do Portal Mídia sem Mascára

COMPARTILHAR