Jatinho da Igreja Universal é apreendido pela Receita com US$ 20 milhões

1
Jatinho da IURD apreendido pela Receita traria dinheiro para ajudar Rede Record
Jatinho da Igreja Universal é apreendido pela Receita com dinheiro

A colunista Sonia Racy, do jornal O Estado de São Paulo, afirmou que a Receita Federal apreendeu no aeroporto internacional de Viracopos, Campinas, um jatinho Citation X nesta terça-feira (21). Dentro da aeronave estaria mais de US$ 20 milhões [R$ 34 milhões], que pertenceriam à sede argentina da Igreja Universal.

A jornalista afirma que procurou a assessoria da igreja para esclarecer o caso, mas não obteve resposta. Não foi divulgado quem fez a denúncia que gerou a apreensão ou se alguém foi preso.

Alguns veículos de comunicação lembraram que o ex-deputado federal João Batista Ramos da Silva foi detido em 2005, no Aeroporto de Brasília, levando sete malas, com aproximadamente R$ 10 milhões, também em um jato Citation X, pertencente à IURD.

Semana passada, surgiram boatos de uma crise financeira crescente no conglomerado IURD/Record, ambas lideradas por Edir Macedo. Alguns sites rapidamente passaram a especular se não haveria sido montada uma operação de emergência para quitar as dívidas mais urgentes da emissora.

Os custos para manter as rádios e canais de TV estariam exigindo demais dos cofres da Igreja. Foram veiculadas na semana passada notícias sobre o fechamento do canal Record News e o site R7. O motivo seria um drástico corte de gastos para poder salvar a Rede Record da falência.

Nos últimos dias, foi noticiado que a emissora dispensou muitos dos artistas de novela contratados. Também liberou recentemente o humorista Tom Cavalcante antes do final do seu contrato. O motivo teria sido exatamente a questão salarial.

A Rede Record emitiu a seguinte nota de esclarecimento sobre os rumores de falência:

“O Grupo Record vem a público informar que foi vítima de mais um ataque criminoso contra as suas atividades empresarias. São absolutamente falsas as notícias sobre o encerramento do portal R7 e da Record News.

O ataque foi divulgado sem identificar qualquer fonte de informação pelo site Adnews, na mesma semana em que a empresa anunciou que se tornava parceira do portal UOL, um dos concorrentes do R7.

O R7 registrou excelentes resultados em menos de três anos de atividades. De janeiro a dezembro de 2011, o portal teve um crescimento de 111,61%, enquanto o mercado brasileiro de internet se expandiu 8,73% no mesmo período, segundo dados do Ibope/Nielsen.

A Record News, apesar de sofrer boicote de algumas operadoras de televisão paga, segue como o canal de notícias com o maior número de telespectadores do país.

A atuação da Record News e do portal R7 permitiu que o Grupo Record expandisse seu alcance, democratizando ainda mais o acesso à informação. Ambos atendem a um público cada vez maior, telespectadores e internautas que, cientes da qualidade dos produtos, optam cada vez mais pelos seus serviços.

O Grupo Record informa ainda que vai tomar medidas judiciais contra estes ataques, que podem trazer “prejuízos para nossas atividades.”

Com informações: Gospel Prime

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta