Quem toma a iniciativa?

0
Quem toma a iniciativa?
Quem toma a iniciativa?

Quem toma a iniciativa? – Seja honesto. Em seu relacionamento conjugal, quem usualmente inicia o sexo? Você?  Seu cônjuge? Ou ambos se revezam?

Sua resposta pode estar ligada a quão sexualmente satisfeito você está, de acordo com um estudo de Susan Sprecher, PhD, professora de sociologia na Illinois State University. A satisfação sexual, segundo os estudos de Sprecher, foi maior em relacionamentos nos quais os cônjuges, igualmente, ou nos quais as mulheres, algumas vezes, iniciavam o sexo.

Sprecher acompanhou casais casados, com educação de nível superior, com idade na faixa dos vinte aos trinta anos, por um período de quatro anos, perguntando a cada cônjuge no início e depois a cada ano seguinte: “Quem inicia a atividade sexual no seu relacionamento?” e “quão sexualmente satisfatório é o relacionamento para você?” Através do estudo, as respostas dos parceiros à primeira pergunta concordaram em um nível elevado, sugerindo que ambos estavam sendo sinceros em suas respostas.

Em mais de 60% dos casais, os homens iniciavam mais freqüentemente que as mulheres; em 30% dos casais, o início era igualmente dividido entre ambos; e os 20% restantes, as mulheres iniciavam mais freqüentemente.

Quaisquer que fossem os padrões de início reportados em um ano naquele estudo, eles geralmente se mantinham os mesmos após três ou quatro anos.

A informação sobre o início foi então comparada com como os casais atribuíam notas para sua satisfação sexual. Parceiros que reportaram padrão de início igual e de início pela mulher também tendiam a reportar maior satisfação sexual para ambos os parceiros. Esta constatação, de acordo com Sprecher, é também consistente com outros estudos que sugerem que relacionamentos com o maior equilíbrio são os que mais satisfazem.

Por que, então, muitos casais caem no padrão de ser o homem o único a sugerir o sexo?

Sprecher e outros pesquisadores do sexo especulam que as normas da sociedade sugerem que os homens devem iniciar o contato e as mulheres serem procuradas. O resultado pode ser que as mulheres tendem a ficar menos à vontade para iniciar o sexo. Ou pode ser que as mulheres tendam a usar “dicas” sutis, indiretas que podem não ser conscientemente percebidas para iniciar a atividade sexual, enquanto os homens usam solicitações verbais mais diretas e outras ações.

“Mulheres que também tomam a iniciativa estão muito mais satisfeitas sexualmente”, acredita Sprecher, “e isto as permite ter mais facilidade de expressar seus desejos sexuais”, conclui.

Uma mulher que toma iniciativa no sexo também estimula os impulsos de seu parceiro e seu desejo por ela, o que ajuda a direcionar este padrão inteiro.

Diversos estudos constataram que muitos homens gostam quando suas parceiras também iniciam o sexo. “Embora os resultados sugerissem que o início pela mulher fosse sempre um sinal saudável num relacionamento, não é sempre assim”, alerta Sprecher.

Ela cita outro estudo que sugere que em relacionamentos de longa duração onde a mulher iniciava o sexo mais freqüentemente que seus parceiros, ambos, o homem e a mulher, experimentavam menos satisfação.

“Neste caso, o melhor mesmo é o equilíbrio nas iniciativas. Uma dica para os casais é conversarem sobre o assunto e dar liberdade para ambos, marido e mulher, tomarem a iniciativa”, conclui Sprecher.

Por: Julie Walsh

*Via: Click Família

Deixe uma resposta