Pastor afirma ter sido demitido por defender adolescente homossexual

Pastor diz ter sido demitido por defender adolescente homossexual
Pastor diz ter sido demitido por defender adolescente homossexual

Pastor afirma ter sido demitido por defender adolescente homossexual  – O pastor Sérgio Emílio Meira Santos, que pertencia à Igreja Batista da Graça em Vitória da Conquista, Bahia, foi ao Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) denunciar que o conselho administrativo da denominação e também os membros discriminavam uma adolescente de 16 anos que é homossexual.

Santos estava acompanhado de Carlos André da Silva, pai do garoto que foi impedido de tocar teclado no grupo de louvor da igreja por ser assumidamente homossexual. O pastor tentou defendê-lo e foi demitido do cargo que ocupava há 18 meses.

Mas o advogado da igreja, Raimundo Alves da Cunha, diz que esse não foi o motivo da demissão. “Nada do que ele fala é verdadeiro. Quem conhece o conselho sabe que ele sempre pregou apoio aos homossexuais, sem distinção a ninguém. Isso é um álibi que ele usa em sua defesa, mas as provas que temos mostrarão o contrário. Procurem levantar os nomes dos membros do conselho e saberão quem está com a verdade. Os fatos estão comprovados e descritos na petição. A Justiça é quem irá decidir”.
Vídeo:G1

COMPARTILHAR