10 de dezembro de 2016
Início Ministério da Saúde vai investir R$ 10 milhões para combater obesidade Ministério vai investir R$ 10 milhões para combater obesidade

Ministério vai investir R$ 10 milhões para combater obesidade

Ministério vai investir R$ 10 milhões para combater obesidade

O Ministério da Saúde infirmou nesta segunda-feira (2) que irá destinar mais de R$ 10 milhões para realizar o controle a prevenção da obesidade. O dinheiro será destinado para a aquisição de equipamentos que deverão ser distribuídos em diversas unidades de atendimento da saúde e também a construção de academias populares. Também deverão ser compradas balanças pediátricas para combater a obesidade infantil.

“Nós teremos dois tipos de equipamentos um é academia da saúde que e o Ministério da Saúde passa o recurso para que se monte o equipamento de atividade física próxima da unidade de saúde. Além na Unidade Básica de Saúde perto da onde a pessoa vive nós acabamos de contratar mais dez milhões de reais em equipamentos que são balanças, equipamentos como fita métricas, equipamentos que servem para fazer orientação nutricional e fazer avaliação física das pessoas. Esses equipamentos da unidade de saúde junto com a academia da saúde são fundamentais porque atividade física tem que ser orientada por profissionais de saúde”, infirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

O ministro ainda comentou que uma das principais ações que deverão ser aplicadas para o combate a obesidade é a construção do programa Saúde na Escola, que deverá começar a ser implantando nas escolas de todo o país a partir de 2013. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE) em 2009, uma a cada três crianças com idade entre cinco e nove anos estão acima do peso.

“São profissionais da área da saúde com apoio do Ministério da Saúde que vão visitar as escolas em parceria com o Ministério da Educação para avaliar as crianças. Poder fazer avaliação física ao longo período escolar dessas crianças com foco muito claro em relação à obesidade. Poder avaliar a qualidade da merenda escolar, a orientação nutricional que é dada na escola, o que é vendido de alimento dentro da escola para que a gente possa desde começo da idade escolar formar uma geração de hábitos saudáveis e que percebam que a obesidade pode ter relação direta com um serie de doenças”, explicou o ministro.

Últimas notícias

Notícias mais lidas

Cultos onlie