Uma historia de amor: Casal americano morre de mãos dadas após de 72 anos de casamento

5
Gordon e Norma estiveram casados durante 72 anos

Haverá poucas (nenhumas?) histórias de amor como a de Gordon e Norma Yeager, um casal americano de 94 e 90 anos, respectivamente, que depois de uma vida de 72 anos em comum, morreu de mãos dadas, com uma hora de diferença, depois de sofrer um acidente de carro.

Gordon e Norma conheceram-se na faculdade, apaixonaram-se e nunca mais se separaram um do outro. Casaram-se a 26 de Maio de 1939, tiveram quatro filhos, 14 bisnetos, 29 bisnetos e um trineto. Eram um casal realmente apaixonado, revelaram os filhos. Tanto que – acredita o filho mais novo – “não iriam conseguir viver um sem o outro. Era um casal à moda antiga”.

O acidente que os vitimou aconteceu a caminho de Marshalltown, quando o veículo do casal bateu contra outro. Os dois foram internados no hospital da cidade, onde acabariam por morrer de mãos dadas. Os familiares estavam presentes quando Gordon começou a perder os sinais vitais e emocionaram-se, visto que continuou a segurar a mão da eterna apaixonada, Norma.

Tanto que os médicos e os familiares não se aperceberam realmente que Gordon tinha morrido porque o coração ainda batia no computador monitorizado. A explicação chegou mais tarde: por estarem de mãos dadas os batimentos de Norma, ainda viva, foram captados pelo monitor cardíaco do marido.

O funeral foi realizado com os caixões ao lado um do outro e os filhos fizeram questão de manter as mãos dos pais unidas. Os corpos foram cremados e as cinzas foram misturadas. Em morte, como em tudo na vida dos nonagenários, Norma e Gordon ficaram juntos.

Para homenagear o amor dos pais, os filhos fizeram um vídeo, para perpetuar o amor.


Informações do Correio da Manhã

5 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta