Papa Bento 16 diz que tem “vergonha” pela violência religiosa

Papa Bento 16 diz que tem "vergonha" pela violência religiosa

O papa Bento 16 afirmou nesta quinta-feira que sente “vergonha” pelos atos de violência cometidos em nome da fé cristã.

A afirmação foi feita ao discursar para participantes da Jornada de Reflexão, Diálogo e Oração pela Paz e a Justiça no Mundo, realizada na cidade italiana de Assis.

“Na história, às vezes em nome da fé cristã, recorreu-se à violência. Reconhecemos isso cheios de vergonha”, disse o Pontífice na Basílica Santa Maria dos Anjos.

Segundo o pontífice, “está absolutamente claro que essa [violência] foi uma utilização abusiva da fé cristã, em evidente contraste com a sua verdadeira natureza”.

“Vemos a religião como causa da violência inclusive onde a violência é exercida por defensores de uma religião contra os outros. Mas essa não é a verdadeira natureza da religião”, defendeu o papa.

O pontífice também destacou que, “infelizmente, não podemos dizer que a situação atual se caracteriza pela liberdade e pela paz. Mesmo se a ameaça de uma grande guerra não está em vista, o mundo, todavia, infelizmente está cheio de discórdia”.

Em seu discurso, Bento 16 também disse que “a crítica à religião, a partir do Iluminismo, defendeu, repetidamente, que a religião era a causa da violência, o que fomentou a hostilidade contra as religiões. E se a religião motiva, de fato, a violência, é uma coisa que, enquanto pessoas religiosas, devemos nos preocupar profundamente”.

Diante disso, o papa garantiu que “a Igreja Católica não desistirá da luta contra a violência e da sua tarefa pela paz no mundo”.

“O Deus no qual nós cristãos acreditamos é o Criador e Pai de todos os homens, a partir do qual todas as pessoas são irmãos e irmãs entre elas e constituem uma única família”.

A Jornada, realizada há 25 anos, conta com a participação de delegações católicas, judaicas, de representantes de igrejas orientais, entre outros.

Com Informações Folha

Comente via Facebook, e curta nossa página =)

Reservamos o direito de não publicar comentários ofensivos, palavras indecorosas, links, propagandas, e todo o conteúdo que venha a violar a política do site - Comentários postados não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.

Postar Comentário