Evidência do batismo do Espírito Santo e Abolição do antigo testamento

6
Seu nome Cleyton Macedo
Sua Cidade e Estado Tapurah – Mato Grosso
Seu email
Sua Mensagem Pastor, preciso de uma ajuda.Me disseram que falar em linguas é a unica prova de que a pessoa é batizada no espirito santo, mas não encontrei nenhum lugar da biblia que diz isso, para ser exato, não encontrei nem se quer um versículo que fala que exista uma prova de que a pessoa é batizada no espirito santo, encontrei alguns versículos que dizem que a pessoa pode receber qualquer um dos dons do espirito santo.Outra duvidaA lei do antigo testamento realmente foi abolida, porque eu só encontri versículos que confirmam que ela é valida, e ouvi varios pastores dizendo que foi abolida, mas nunca dão o versículo.

Se possivel quero que o senhor me explique isso, e se realmente existe esses versículos a respeito da abolição da lei e da prova do batismo no espirito santo, peço que me envie ele.

Desde ja agradeço

Fica na paz de Cristo

Data de envio 27-10-2011

 

 

Primeira Resposta:
Uma pessoa é batizada com o espírito santo, quando o espírito do senhor se manifesta fisicamente em alguém, seja orando em línguas, recebendo um milagre, recebendo um dom.
Porém fica difícil avaliar se uma pessoa recebeu o espirito santo de alguma forma. Porém no orar em línguas isso fica claro e evidente, e se Deus se manifestou de uma outra forma, possívelmente
também se manifestará no orar em línguas, por isso muitas igreja tem como evidência inicial do batismo com o espírito santo aquele que orar em línguas.
Segunda Resposta:
Veja as palavras de Jesus Cristo:
(Mateus 5:17) – Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.
há uma ignorância muito grande a esse respeito, o que foi abolido foi os costumes e tradições Judaicas, pois somos cristãos e não Judeus. 3 coisas porém do costume não foram abolida conforme a convenção dos apóstolos.
(Atos 15:29) – Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da prostituição, das quais coisas bem fazeis se vos guardardes. Bem vos vá.
Devemos fugir da idolatria, do alimento que usa o sangue como ingrediente e da prostituição. Se o velho mandamento tivesse sido abolido ele não constaria na bíblia e nem deveria ser seguido. Não vivemos sobre a lei mais sobre a graça, ou seja vivemos as palavras de Jesus e seus mandamentos, acima dos mandamentos judeus, sempre que houver contradição.
Exemplo: Pela Lei é olho por olho e dente por dente, Jesus nos ensina a oferecer a outra face.
Nestes casos fique com o Novo Testamento.

 

Pastor Júlio Fonseca
Pastor Júlio Fonseca

6 COMENTÁRIOS

  1. o que eu vejo é que a pessoas que pseudos denominações que estão preocupados com defender teorias teológicas e esquecem que importante mesmo é ganhar almas para cristo.

  2. Gente já que vocês tocaram no assunto da lei. Que lei vocês estão se referindo a Lei de Deus ou a Lei Cerimonial?
    Mas se as citações acima referem-se da Lei de Deus (10 Mandamentos) aquela Lei escrita com os dedos de Deus, o que querem dizer as seguintes citações?:
    I Cor 7:19
    I João 2:4 e 5:3
    Apoc 12:17, 14:12 e 22:14
    E Jesus guardou os 10 Mandamentos?

  3. Creio que não seria exagero afirmar que um dos assuntos onde há maior confusão, hoje, é a questão do batismo com o Espírito Santo e o dom de línguas. Não porque a Escritura não seja clara no seu ensino com respeito ao assunto, mas sim porque a experiência, e não a Palavra de Deus, tem ditado a forma de se compreender essa doutrina tão importante.

    Gostaria de considerar, brevemente, somente algumas verdades que a Bíblia ensina com respeito ao batismo com o Espírito Santo, as quais o movimento pentecostal e neo-pentecostal repudiam:
    Primeiro: Todos os crentes são batizados com o Espírito Santo.
    “Pois em um só Espírito fomos todos nós batizados em um só corpo” – 1 Coríntios 12:13
    O texto é claro e não é necessário nenhuma destreza exegética para entender o seu significado. TODOS, e não somente alguns, foram batizados com o Espírito Santo. Não há uns poucos privilegiados; a bênção é de todos aqueles que crêem nas Escrituras, ou melhor, no que as Escrituras dizem acerca do bendito Filho de Deus.
    “Quem crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior correrão rios de água viva” – João 7:38-39
    Se alguém disser que conhece uma pessoa crente, mas que não é batizada com o Espírito Santo, deve-se entender que esta pessoa nunca foi um crente genuíno, pois todos os que crêem são ou foram batizados com o Espírito Santo (pois o batismo com o Espírito Santo ocorre no ato da conversão ou um pouco antes. Há de se considerar ainda o caso de João Batista, que desde o ventre de sua mãe era cheio do Espírito Santo).

    • Os discípulos falaram em outras línguas em Atos 2, mas nada é dito acerca dos quase 3.000 que se converteram.

      Além do mais, e ainda mais contundente, no mesmo capítulo que Paulo diz “Pois em um só Espírito fomos todos nós batizados em um só corpo” ( 1 Coríntios 12:13), ele pergunta:

      Porventura são todos apóstolos? são todos profetas? são todos mestres? são todos operadores de milagres? Todos têm dons de curar? falam todos em línguas? interpretam todos? – 1 Coríntios 12:30

      A resposta óbvia é NÃO a todas às perguntas. Nem todo mundo é apóstolo, nem todo mundo é profeta, nem todo mundo é operador de milagres, nem todo mundo tem o dom de curar, nem todo mundo fala em línguas, nem todo mundo interpreta, MAS TODOS FORAM BATIZADOS NUM SÓ ESPÍRITO. O capítulo ainda dá o exemplo de que nem todos os membros são olho, ouvido, etc, etc, fazendo então essa analogia com os dons, os quais Deus distribuiu e distribui soberanamente.

      O dom de línguas é um dom, que o Espírito Santo concede soberanamente a alguns, mas o BATISMO É UMA PROMESSA PARA TODOS OS QUE CRÊEM, não que crêem no batismo (como todos pentecostais pregam), mas que crêem no Cristo que batiza.

      O livro de Atos é um livro histórico, e o fato de algumas pessoas terem falado em línguas quando receberam o batismo com o Espírito Santo, não quer dizer que o falar em línguas seja um sinal do batismo. Não encontramos esse ensino em nenhum lugar das Escrituras, mas encontramos o contrário, como apresentado acima. O simples fato de Paulo curar pessoas com lenços dele, não quer dizer que alguém deva ou possa fazer o mesmo.

      Além do mais, não vemos ninguém gritando, clamando, chorando, repetindo “glória, glória, glória, glória” para receber o batismo com o Espírito Santo. Os apóstolos oravam no Cenáculo e nem sabiam o que haveria de acontecer com eles. Cornélio e sua casa estavam ouvindo a pregação, e nem mesmo ouviram desta promessa, pois é claro a partir do texto que Pedro não tinha falado sobe isso para eles. Esses gritos consecutivos fazem é a pessoa entrar em êxtase e começar a falar coisas que ouviu outros dizerem; isso está mais para “batismo da mente”, do que para batismo com o Espírito. E o mesmo método tem levado muitos a receberem a “unção” do urso, do leão, da águia, onde as pessoas imitam esses animais, zombando de Deus e do Seu Evangelho com tamanha palhaçada.

      • Caro Professor Pádua, dizer que os petencostais zombam de Deus e do Seu Evangelho com tamanha palhaçada. Pelo simples fato de orarem em línguas já torna todo o seu discurso através dos comentário por vossa senhor nada mais do que agressões a fé, a inteligência e o respeito cristão, que deveriam ser marca daqueles que assim o dizem. Eu sou Petencostal, não adventista, como sugeriu no primeiro comentário, oro em línguas, sinto abundantemente o espirito santo de Deus, é se sou louco por isso não estou só, alguns milhões de evangélicos concordam comigo. Até os católicos através dos carismáticos já tem se rendido ao espirito santo, caro amigo, vivo na graça e não no farisaismo condenatorio dos que imputam como vexatório a mais linda manifestação da presença de Deus em nossos corpos. Se o senhor e sua doutrina não concordam é um problema seu, da sua doutrina que deverão resolver com o criador no tempo devido, mais nunca falte com o respeito com os irmãos em cristo, pois o que nos une deve ser sempre maior do que as teologias que nos separam. Que o senhor vos tire as escamas dos olhos e veja o diferente como irmão e não como “palhaço”.

  4. A paz, meu irmão adventista. A respeito do batismo no Espírito Santo você tem razão. O falar em línguas pode indicar que você está cheio do Espírito Santo, mas o Senhor Jesus disse que nos batizaria com fogo, lembra? Isto se dá no dia a dia cristão; naquelas situações em que a sua fé é requisitada e provada, quando o Espírito nos incomoda a agir orando, combatendo os males com que Satanás tenta nos afligir e àqueles que amamos. Devemos estar sempre transbordando da presença de Deus, e isso significa estar em comunhão com sua Palavra, que é viva e eficaz; então é preciso lê-la. Quanto à lei leia Gálatas verso 3 e também Romanos do verso 4 ao 8. Isso mesmo, você pode. Não precisa comer sempre na mão de alguém que a distorce. Se você tem o Espírito Santo habitando em você ele irá conduzí-lo em toda a verdade. Lembre-se, Abraão é considerado o pai da fé e não estava debaixo da lei. A ele foi feita a promessa da qual somos herdeiros, e não a Moisés, por quem veio a lei. A propósito, não sacrifique animais para cobrir seus pecados, pois isto também era da lei, lembra? Na sua bíblia deve estar escrito”ab-rogar” que quer dizer “abolir”em Hebreus 7:18. Vamos lá, faça isso; o amor lança fora o medo. Descubra que o que te ensinaram não era bem a verdade e fique somente com Jesus Cristo na graça de Deus. Ela é suficiente.

Deixe uma resposta