Só a razão não basta para ser bom, diz teólogo!

0

Só a razão não basta para ser bom, diz teólogo!

Só a razão não basta para ser bom, diz teólogo
Só a razão não basta para ser bom, diz teólogo

O teólogo Leonardo Boff (foto), 73, contestou a afirmação de ateus segundo a qual as pessoas não precisam do pressuposto da existência de Deus para ser boas porque basta a razão para definir o bem e o mal.

Boff: “Há mais sentido em  crer em Deus do que negá-Lo”
Ele argumentou que, conforme escreveram autores clássicos da ética, como Kant (1724-1804), a razão estabelece as normas e os princípios, mas “a motivação para vivê-los vem do coração, da paixão, do interesse pelo outro, de Deus”. “A razão é uma espécie de máquina fotográfica. Ela apenas constata.”
Boff disse que não se trata de anular razão porque sem ela a fé se tornaria fundamentalista. Mas, segundo ele, só a razão é insuficiente para conduzir a humanidade, diferentemente, portanto, do que afirmam os ateus éticos.
Em entrevista ao programa “É Notícia” da Rede TV!, o teólogo criticou sobretudo os ateus “mais metafísico” porque eles mostram como terrível o Deus bíblico e que, por isso, “não vale a pena crer Nele”.
Essa pregação ateísta, disse, dissemina “o desencanto” de que “a morte é a maior das tragédias”. Para o teólogo, a vida é eterna e quando se morre é para se ressuscitar.
Ele reconheceu que esse “equívoco” dos ateus decorre do fato de a modernidade ter colocado Deus no plano da razão.
“Deus faz parte do mistério da vida”, afirmou. Por isso, segundo ele, Pascal (1623-1662) disse que não “é a razão que sente Deus, mas o coração”. “Deus é aquilo que Freud disse: é uma experiência oceânica.”
Ele lembrou uma das conclusões do Concílio Vaticano II segundo a qual a sociedade falou tanto “de um Deus sem o mundo, que apareceu um mundo sem Deus”.
Criticou a experiência de um laboratório da Suíça que estaria à procura da “partícula de Deus” (trata-se da partícula de Bóson de Higgs, tida como o maior enigma da física).
Boff disse que “Deus não é uma coisa que se encontra aqui”, porque, como disse um teólogo francês medieval, “se Deus existisse como as coisas existem, então Ele não existiria”.

Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação do link www.amigodecristo.com
Via Paulo Lopes

Deixe uma resposta