Atriz de Insensato Coração diz que a Bíblia não condena o homossexualismo

0

Atriz de Insensato Coração diz que a Bíblia não condena o homossexualismo

A atriz Louise Cardoso, de Insensato Coração, na qual vive a mãe de um gay e luta contra a homofobia, declarou esta semana ao site O Fuxico que acredita que a Bíblia não condene a homossexualidade. Ela não é seguidora de nenhuma religião mas entende que não é certo dizerem que a Bíblia condena os gays. “Eu sou meditante e não tenho uma religião definida. Tenho um caminho espiritual e acho péssimo dizerem que a Bíblia é contra os homossexuais. Antes de fazer a novela, eu estudei muito, ouvi vários depoimentos, religiosos e depoimentos terríveis como suicídio pela própria não aceitação em ser gay”, afirmou a atriz.
Segundo a atriz, o livro sagrado não condena o amor entre pessoas do mesmo sexo mas a libertinagem. “Fiz estudos da Bíblia e vi que é uma interpretação errônea sobre o assunto. Ela fala contra a libertinagem no modo geral e não sobre gays. Mas a libertinagem seja sobre homossexuais ou heterossexuais. Não entendo que ela seja contra. Você conduz a interpretação do modo que quiser e acho que é isso que acontece”, comentou a atriz que vive a mãe de Eduardo (Rodrigo Andrade) na trama. A princípio, Sueli, sua personagem, não aceita o filho gay mas em poucas semanas vira militante da causa e presencia um assassinato de um de seus funcionários por homofobia.
A atriz defende ainda uma lei que criminalize a homofobia no país. “Acho importantíssimo que a homofobia seja criminalizada, aliás acho que é mais importante que o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Infelizmente ainda não é crime, mas espero que seja logo”. Ela comenta ainda uma cena que fez em que os policiais se recusam a registrar a ocorrência, fato comum no país, pois não há tipificação da homofobia como crime.

Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação do link www.amigodecristo.com
Via Gospel Mais ►Globo: Atriz de Insensato Coração diz que a Bíblia não condena o homossexualismo e diz que cristãos a interpretam errado

Deixe uma resposta