Sabrina Sato é contra aborto e a legalização da maconha

5

Sabrina Sato é contra aborto e a legalização da maconha

A apresentadora Sabrina Sato, do programa Pânico na TV, revelou em entrevista,neste domingo, ser contrária à liberação do aborto e da maconha. “O Brasil não está preparado para legalizar ou descriminalizar as drogas”, disse. “O problema é virar bagunça”, disse Sabrina Sato.
A entrevista foi ao programa É Notícia, apresentado pelo jornalista Kennedy Alencar e levado ao ar pela Rede TV!
O problema da maconha gerou polêmica depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) liberou marchas de manifestação em favor da liberação da maconha.
A liberação da Marcha da Maconha foi contestada por grupos religiosos e outros grupos que não apoiam a decisão, alegando que isso retrata uma apologia às drogas.
Promovendo marchas e campanhas de oposição, os grupos contrários à decisão tomada pelo STF afirmam que a maconha “é porta de entrada” para outras drogas mais fortes e que não ajuda a parar o tráfico de drogas.
Um deputado federal evangélico, Fernando Francischini (PSDB-PR), começou a reunir assinaturas para que seja realizado um plebiscito sobre a legalização da maconha no Brasil. Segundo ele isso vai ser importante para que o país discuta o assunto e encerre a questão.
Quanto ao aborto, o Brasil ainda não permite o aborto com exceção para os casos de estupro ou para salvar a vida da mulher. Está em discussão, porém a liberação do aborto também em casos de fetos anencefálos.
Em 2007, com a visita papal ao Brasil, o assunto se acirrou com a advertência do Bento XVI aos responsáveis políticos brasileiros que apoiassem leis que autorizem o aborto.
De acordo com o código penal, a pena prevista para o médico que realizar o aborto varia de um até 13 anos de prisão, dependendo da concordância ou não da gestante e lesões. Em caso de morte da mãe, a pena é de 20 anos. Um recente projeto de lei proposto pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), prevê a pena de 6 a 20 anos para o médico, além de sua cassação do registro profissional.

Fonte: Christian Post
Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação do link www.amigodecristo.com

5 COMENTÁRIOS

  1. ninguém pode ter opinião diferente do que se cria como politicamente correto, ou cool, moderno, que os haters atacam. cadê a liberdade de expressão e opinião?

  2. Tb sou contra a legalização do aborto e da maconha. Não quer engravidar, fecha a porr@ das pernas!! Eu que quero e não consigo! Ah.. vai sifú essas mulheres assassinas!! Se matam os proprios filhos, imagina o que não fariam com os outros!! Assassinas e inconsequentes! Toma a droga da pilula, usa camisinha sei lá!!!

Deixe uma resposta