Reality show na Tv africana ajuda ex-prostitutas a conseguir marido

0

Reality show na Tv africana ajuda ex-prostitutas a conseguir marido

A participante Precious Kawainga (Foto: BBC)
Um reality show de um canal de TV da Zâmbia reuniu 18 ex-prostitutas ávidas para encontrar um marido. Além de um companheiro, a vencedora do programa vai ganhar um prêmio em dinheiro e ter a festa de casamento paga.
Segundo o canal Muvi TV, as participantes foram recrutadas nas ruas, em áreas de prostituição de várias regiões do país, no centro-sul da África.
Coreena Paulia, porta-voz da TV, diz que o programa Ready for Marriage (Pronta para casar) quer dar às mulheres uma segunda chance.
“Nós queremos fazer diferença na vida delas. São seres humanos, antes de mais nada”, disse.
O reality show até ganhou o apoio de um pastor local.
Para o reverendo Jeff Musonda, “se elas se trasformaram e interromperam seus atos”, não há nenhum problema. O religioso critica, no entanto, a mera exploração de audiência, segundo disse ao programa Network Africa, da BBC.
SUSTENTO
Algumas das participantes contam que entraram no mundo da prostituição porque eram mães solteiras e precisavam sustentar seus filhos.
“Eu precisava sustentar a mim e aos meus dois filhos”, argumenta Precious Kawainga, de 28 anos.
Outra mulher diz que resolveu vender o corpo ao se sentir rejeitada pelo parceiro. “O pai do meu filho virou as costas para mim”, diz.
Quem não conseguir ganhar o prêmio máximo, de US$ 9 mil (equivalente a R$ 14,2 mil), poderá se contentar com o de consolação, que irá variar entre US$ 1 mil e US$ 2 mil (R$ 1,5 mil e R$ 3,1 mil, respectivamente).
Apesar do tema controverso, o programa não tem causado polêmicas apaixonadas em Lusaka, a capital, mas ainda sim tem dividido os telespectadores.
Para Humphrey Banda, “uma vez prostituta, sempre prostituta”. “É muito difícil para elas mudarem da noite para o dia”, diz.
Já a jovem Prisca Chisenga discorda: “Não é justo julgá-las pelo passado”

Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação do link www.amigodecristo.com
FOLHA

Deixe uma resposta