Pastor da Assembleia de Deus é morto a tiros na frente de casa

0

Pastor da Assembleia de Deus é morto a tiros na frente de casa

Um pastor da Igreja Assembleia de Deus foi assassinado com três tiros em frente à casa onde morava, na noite desta segunda-feira, 13, no Parque Industrial, zona sul de São José dos Campos (SP). A Polícia Civil trabalha com duas hipóteses para o crime: latrocínio ou homicídio por vingança.
Segundo a polícia, Nério dos Reis, 47 anos, foi morto dentro do carro, enquanto chegava em casa, por volta das 23h. Duas pessoas em uma moto atiraram três vezes contra o Golf da vítima, que faleceu antes de o socorro chegar ao local.
Além de pastor, Reis dava aulas de Teologia, trabalhava como voluntário em uma clínica de recuperação de dependentes químicos no bairro Cajuru, na zona leste, e era coordenador de produção na Eaton.
Motivos
O motivo do crime ainda não foi esclarecido. Uma das suspeitas da polícia é de que o assassino seja algum ex-funcionário da Eaton que tenha sido demitido por Reis. “Ouvimos essa informação de conhecidos dele e estamos apurando. É uma possibilidade, mas ainda não há provas”, disse Vernei Antonio de Freitas, delegado titular da DIG (Delegacia de Investigações Gerais).
Outra possível motivação para o crime seria uma tentativa de roubo frustrada. “Como conhecia muita gente, é possível que o ladrão tenha conhecido ele e o executado para evitar uma denúncia à polícia”, afirmou o delegado.
Família
Nério dos Reis era casado e tinha quatro filhos, sendo três mulheres e um homem. A filha mais velha tem 24 anos e o rapaz, mais novo, 16.
“Era um homem cheio de sonhos. Gostava de dar bons exemplos e ajudar as pessoas em volta. De repente, morre por um motivo banal”, disse o pai da vítima, Hélio Ludovico dos Reis, de 71 anos.
Na igreja do Parque Industrial, onde atuava há 24 anos, Reis era considerado um “referencial”. “É uma grande perda. Além de ser uma pessoa idônea, trabalhava como voluntário para ajudar as pessoas”, afirmou Luiz Claudio Ferreira, 42 anos, pastor dirigente da Assembleia de Deus
Despedida
O velório da vítima aconteceu a partir das 11h na igreja onde ele congregava. Ao longo do dia, amigos de trabalho, fiéis da igreja e familiares compareceram ao local.
“Ele morou neste bairro desde os 6 anos. Nunca cultivou inimizades. Era muito querido por todos”, contou o pai.
O enterro de Reis aconteceu por volta das 17h e reuniu cerca de 300 pessoas no cemitério Parque das Flores, no Jardim Morumbi, zona sul.

Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação integral do texto e a divulgação do link www.amigodecristo.com
Jornal Bom Dia

Deixe uma resposta