Evangélicos demonstram fé na Marcha para Jesus em São Paulo

0

Evangélicos demonstram fé na Marcha para Jesus em São Paulo

Uma multidão de Evangélicos demonstram fé reunida com o propósito de adorar ao nome do Senhor, esse é o cenário da 19ª edição da Marcha para Jesus realizada na cidade de São Paulo, nesta quinta-feira, 23 de junho.
O início do evento foi na estação Tiradentes do metrô, onde todos se reuniram para começar a marchar. A caminhada de 3KM foi guiada por trios elétricos, sendo que o primeiro deles levava, além do Apóstolo Estevam Hernandes e da Bispa Sônia, o senador Marcelo Crivela, o pastor Jabes de Alencar, pastor Silas Malafaia e pastor Roberto de Lucena.
“Neste dia, entregamos a Ti a honra e a glória e declaramos que este país está lavado pelo sangue do Cordeiro”, disse o Apóstolo Estevam de cima do trio elétrico.
Ao orar sobre o Brasil, Marcelo Crivela pediu que Deus levante um exército na nação para mostrar ao mundo inteiro que o povo brasileiro é de Jesus e que encontrem forças para fazerem o Brasil dos sonhos.
Jabes de Alencar dirigiu a oração no momento em que o povo atravessava a ponte por cima da marginal Tietê. “Senhor Jesus, nesse momento nós nos unimos enquanto nos aproximamos de uma das vias de maior fluxo de pessoas desse país, as marginais da cidade de São Paulo. Tomamos, autoridade e pedimos que Tu possas derrotar e destronar toda força de satanás que está levando jovens, famílias e destruindo nas drogas, no vício e no pecado. Declaramos a bênção e a libertação pelo poder do Sangue de Jesus”.
Multidão reunida na Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira
Gilberto Kassab, prefeito de São Paulo, marcou presença na 19ª edição da Marcha para Jesus, e algumas decisões políticas foram citadas no evento, mas o presidente da marcha, apóstolo Estevam afirmou que política não é o foco do evento, mas que as pessoas têm liberdade para expressar suas opiniões. “A marcha não é um evento político. Temos a presença de autoridades, mas o evento não tem a missão de levantar nenhuma bandeira política”, ponderou o líder da Igreja Renascer.
No palco da Marcha para Jesus, montado na Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, diversos cantores e bandas se apresentaram desde o meio-dia até a noite. Mariana Valadão, Ao Cubo, Kleber Lucas, Livres Para Adorar, Priscila Alcântara, Eyshila, Lázaro, Cassiane, Dj Alpiste, Renascer Praise, Regis Danese, Oficina G3, Davi Sacer, André Valadão, X-Barão, Além do Véu, Fernanda Brum, Brenda Santos, Thales Roberto, foram alguns dos nomes que animaram o show do ajuntamento.
Chris Duran também foi um dos ministrantes, e durante seu tempo no palco ele encorajou a multidão a enfrentar suas adversidades. “Não importa o tamanho do seu gigante, importa que o tamanho do seu Deus é ilimitado”, declarou.
Responsável pela mobilização da frente evangélica contra o PL 122, o pastor Silas Malafaia também subiu ao palco da Marcha para Jesus e falou sobre as decisões políticas brasileiras. “Nós, evangélicos, amamos os homossexuais, mas não aceitamos essa conduta… Se quiserem aprovar o PL 122, tudo que é pastor vai pregar na mesma hora contra a prática homossexual e eu quero ver ter cadeia para tanto pastor”.
Massakata[foto] e Iolanda Keiko Ota, pais de Ives Ota, o garoto assassinado de forma brutal em 1997, estiveram na Marcha para apoiar a iniciativa. Com camisetas que continham a foto do filho e a frase ‘O instituto Ota apóia a Marcha para Jesus’, Massakata e Keiko falaram sobre a importância de perdoar. ‘Se não perdoarmos o que será de nós?’, indagou Massakata Ota.
O apóstolo Estevam Hernandes disse à imprensa que, de acordo com informações da polícia militar, cerca de cinco milhões de pessoas formaram o ajuntamento da 19ª Marcha para Jesus.

Por Juliana Simioni
Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação integral do texto e a divulgação do link www.amigodecristo.com
Guiame

Deixe uma resposta