Envergonhado com muitos que assinam leis no Brasil.

0

Sinto-me envergonhado com muitos que assinam leis no Brasil.

Leitor, leitora. Para quem acompanha os meus escritos; não sou homem de conquistar leitores, apenas por, ou, em concordar com seguimentos que para muitos parecem naturais; porém, no final representam um mal, ou, o mal em se viver, ou saber e até no ponto de vista, parece não ser nada, porém…

Por isso, neste, não poderia me calar diante fatos acontecendo e acontecidos; em virtude quê: uma classe de pessoas achando-se no direito de querer mudar os conceitos bíblicos despreza os ensinamentos de Jesus Cristo, achando – se que tem direito e exigindo – os direitos de:
Antes descrevo: para qualquer pessoa no meu querido país Brasil, ou deste mundo quê: ninguém me fará calar em falar das e as verdades sobre o que foi e está escrito na Bíblia Sagrada. Ao tempo em que informo:
Sou ciente sobre o que estar escrito na constituição de 1988, principalmente no artigo 220°. Bem como, no 2° e o 03 quando se trata referente à inteligência do inciso xv do artigo 5°.
Talvez, o leitor, a leitora, esteja a perguntar: qual o assunto que pretende escrever? Sim! Preciso neste, deixar um recado, expressando a minha opinião; e antes que venha a ser ciente sobre do que será descrito, lhe adianto: não me venha fazer beicinho se vir lhe atingir; pois, pela própria constituição, no artigo o qual está sendo descrito; dá-me autoridade em escrever e descrever, pois, a liberdade que você pretende ter; ela deve ser também utilizada dentro de certos limites que não excedam à liberdade do seu semelhante; pois o que acabou de ler, estar na constituição de 1988.
Daí, os recentes acontecimentos envolvendo direito gays, ou, o que seja; estar a me afrontar os meus direitos de homem, me fazendo ficar envergonhado, com os que querem mudar o conceito de vida; pois, na Bíblia estar escrito: casa-se homem com uma mulher. E nunca será lido: pode-se casar homem com homem; mulher com mulher.

Vamos refletir: em primeiro lugar; este artigo, não se trata em concordar que as pessoas, continuem a pensar e fazer maldade para com essas classes de pessoas; eu mesmo proponho e exijo até que seja feita justiça, quando uma dessas pessoas, venha sofrer qualquer problema de violência física atribuída “o” apenas em virtude que, querem ser diferente; portanto,  não aceito e pedirei punição para qualquer pessoa agindo dessa forma, porém:

Estão sendo hipócritas, quem vem pregando quê: quem não concorda, ou não aceita essa era de ser, ou querer estar na sociedade livremente, dois homens, ou, duas mulheres, aos beijos e abraços e mais: a exigir dos que fazem a lei; leis que dêem vantagens para homens que querem ser afeminados; ou querendo casar um com o outro; bem como: mulheres, com mulheres assim a dizerem:
Quem não aceitar esse modo de viver; tem preconceito, ou é preconceituoso; para mim, (não cola). Pois, quem vive nesse estado e pensar assim, desejando que o governo, ou a justiça faça justiça; assinando direitos para seus desejos;  eu pergunto: que justiça? Uma coisa é uma coisa.

Primeiro; no nosso país, existem, centenas de problemas, os quais precisam ser resolvidos, em favor da sociedade; porém, do que estamos sabendo? Passeatas dos gays, lésbicas, pedindo leis, para oficializar suas atitudes, ação e desejo, querendo ser diferente. Nisso a Justiça logo a sentar; e assinar leis em favor dos mesmos; esquecendo grandes e importantes projetos, para toda a sociedade; assim ser analisados “as” com mais precisão e urgências; fazendo, daria logo fim como modelo de justiça. Não entendeu? Refleti: estão matando, tirando vidas de inocentes, iguais matam formigas, do nada e por muitas vezes quase nada.
Bandidos cheios de armas potentes; matando o cidadão de bem. Muitos maridos, companheiros e amantes, pois, apenas porque tem uma arma, ceifa vidas de mulheres, por nada. Bem como: quantas mulheres matando, apenas porque está com uma arma e a cada dia morrendo inocentes. Os nossos bravos policiais, Civis, Militares e Federal, dando o rosto, a cada momento para nos defender. E quando os prende… Cadê a justiça para se reunir, em criar leis, assim punir, porém, quantas vezes os soltam. Não sabem criar? Então, por isso deve torna-se mais fácil trabalhar para essas classes; assim, estão a criar leis favorecendo os mesmos. Classes, que não traz, e não dará um mínimo de educação ou, prazer a ninguém; a não ser para eles próprios; pois, pensando ser afeminados, querem fazer diferente.
Ora escrevi! Não sabem criar? Significa: muitos políticos não saber trabalhar; pois, se soubessem o que aconteceria no dia a dia? Teríamos logo uma redução de inocentes que n

Deixe uma resposta