Bill Gates pode ajudar os cristãos na luta contra a pobreza

0
Bill Gates pode ajudar  os cristãos na luta contra a pobreza
Grupos cristãos lutando para proteger os programas de assistência nacionais e internacionais para os pobres têm um grande aliado, o bilionário da Microsoft, Bill Gates, à frente das negociações do G8 que começaram hoje.

Gates, o fundador da Microsoft e co-presidente da Fundação Bill e Melinda Gates, viajou para a Capitol Hill, terça-feira, para apressar a vontade de financiamento continuada aos programas de ajuda destinada a atenuar os impactos internacionais e nacionais de pobreza.

Em seu discurso, Gates instou os legisladores a tomar “coragem” em meio a uma crise fiscal e investir mais na agricultura mundial e Programa de Segurança Alimentar. Ele reconheceu a enorme dívida federal, mas disse que não deve impedir o governo e os parlamentares de fazer a coisa certa.

“Sim, nós temos que ver o deficit,” afirmou. “Mas a crise financeira deve tornar-se uma crise de coragem – e não deve forçar cortes em programas que pagam enormes retornos.”
Gates elogiou o Congresso por dedicar US $ 100 milhões ao Fundo Global e ao Programa de Segurança Alimentar para ajudar os agricultores pobres no mundo em desenvolvimento.
“Isso é um financiamento de boas-vindas em um momento difícil, mas só traz um aumento de financiamento dos EUA de um terço do compromisso que os EUA fez no lançamento do [programa] no ano passado,” disse ele.

“O programa também ajuda os agricultores americanos”, disse Gates.
Geraldine Ryerson-Cruz, gerente de Notícias Internacionais da Visão Mundial, elogiou Gates por espalhar uma “mensagem muito importante.”

O bilionário falou em especial sobre o aumento da ajuda para os agricultores pobres Africanos a tornarem-se mais produtivos. A maioria dos agricultores no mundo em desenvolvimento são pequenos produtores que não têm os mesmos recursos dos agricultores comerciais que têm para fornecer mais colheitas e transportar sua produção aos mercados locais, disse Ryerson-Cruz.

“Apoiá-los … [em] todas as coisas é muito importante para a resolução de os preços mundiais dos alimentos e ajudpa-los a resolver a fome e garantir o acesso à alimentação,” disse ela.
A Visão Mundial está atualmente frequentando as conversações G8 na França, defendendo a ajuda internacional para os países em desenvolvimento.

No G8 2009, US $ 22 bilhões foram prometidos até 2012 para financiar programas de redução da fome. No entanto, o grupo cristão de ajuda internacional divulgou que desde o Verão passado, não havia nenhum mecanismo para controlar o desembolso dos fundos.

Robert Zachritz, diretor da Visão Mundial de relações governamentais, disse em um e-mail a partir da cimeira, “Alguns desses compromissos de financiamento são acompanhados e monitorados, e outros não. A Visão Mundial está pressionando os líderes do G8 e do G20 para uma maior responsabilização e transparência.”

Os EUA prometeu US $ 3,5 bilhões ao longo de três anos. No entanto, Zachritz disse que o presidente Barack Obama está tendo problemas para fazer o Congresso financiar este programa do Banco Mundial.

Em casa, a Associação Nacional de Evangélicos e parceiros de várias outras dominações Cristãs formaram a “Circle of Protection (Círculo de Proteção)” para pedir ao Congresso que mantenha seus compromissos monetários para ajudar esses e outros programas de assistência.

A coalizão da NAE juntou-se com base na fé do grupo social de justiça Sojourners para pedir proteção orçamental dos programas de ajuda nacionais e internacionais que ajudam os necessitados.

Gates, que trabalha com sua esposa Melinda, para atenuar as disparidades que afligem a maioria dos países em desenvolvimento através de sua Fundação Gates agora revela-se um parceiro muito visível e vocal em sua causa.


Por Stephanie Samuel
Traduzido por RosaMaria C. Vitoria
Fonte: ChristianPos

 Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação integral do texto e a divulgação do link www.amigodecristo.com

Deixe uma resposta