Polícia Militar proíbe evento da Igreja Mundial no Rio de Janeiro

0
Polícia Militar proíbe evento da Igreja Mundial no Rio de Janeiro
Segundo a Polícia Militar, a Igreja Mundial, liderada por Valdomiro Santiago (foto), não cumpriu algumas condições para a realização do evento.
A Polícia Militar proibiu a realização do evento religioso da Igreja Mundial do Poder de Deus, que aconteceria na manhã desta quinta-feira (21), no Aterro do Flamengo, na Zona Sul do Rio  de Janeiro.
A decisão foi do coronel Antônio Henrique, comandante do 2º BPM (Botafogo), sob a alegação de que a instituição não cumpriu algumas condições para a realização do encontro. O evento começaria às 9h em frente ao monumento aos mortos da 2ª Guerra Mundial.
Cerca de 800 ônibus eram esperados para o encontro. A CET-Rio já tinha montado um esquema especial de trânsito. A igreja havia contratado cem pessoas para a limpeza do local.
No ano passado, um culto da Igreja Universal reuniu, no dia 21 de abril, um milhão de pessoas em Botafogo, embora a previsão inicial fosse de apenas cem mil. O trânsito ficou caótico em toda a Zona Sul, com reflexos no Centro, até por volta das 22h30m, embora o evento tenha durado até as 19h.
À época, o prefeito Eduardo Paes admitiu o erro da prefeitura ao liberar a realização da cerimônia, mas preferiu não apontar um culpado específico para o caos no trânsito que tomou conta da região.

Até a publicação desta matéria a divulgação do evento ainda estava no site da igreja.

Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação integral do texto e a divulgação do link www.amigodecristo.com
Informações o Globo

Deixe uma resposta