Número de mortos aumenta no Afeganistão após a queima do Corão

0

Número de mortos aumenta no Afeganistão após a queima do Corão

Dois policiais foram mortos e 30 pessoas ficaram feridas em protestos violentos em Kandahar, no domingo (3). Em Jalalabad, manifestantes furiosos queimaram uma efígie do presidente dos EUA, Barack Obama.
Segue-se ao massacre de sete funcionários da ONU, um ataque a um composto em Mazar-i-Sharif, na sexta-feira.
Pelo menos 24 pessoas já morreram vítimas da violência ligada à queima do Alcorão que aconteceu no último mês, durante um julgamento simulado na igreja, em Gainesville, na Flórida.
O Alcorão foi incendiado pelo pastor Wayne Sapp sob a supervisão de Jones, que ganhou notoriedade internacional no ano passado, quando ameaçou queimar um exemplar do livro sagrado no aniversário do atentado de 11 de setembro.
Apesar das mortes e protestos internacionais, Jones não pede desculpas sobre o ocorrido em sua igreja e não tem planos para cancelar um protesto em frente a uma mesquita em Michigan, no dia 22 de abril.
“Nosso objetivo é fazer uma tomada de consciência sobre o elemento radical do Islã. Obviamente, é terrível que a qualquer momento as pessoas podem ser assassinadas. Eu acho que, por outro lado, isso mostra de novo o elemento radical do Islã”, disse ele.
“A profanação de qualquer texto sagrado, incluindo o Corão, é um ato de extrema intolerância e preconceito”, disse ele em um comunicado divulgado pela Casa Branca.
“No entanto, atacar e matar pessoas inocentes em resposta é ultrajante e uma afronta à dignidade da decência humana”, completa.
A Aliança Evangélica Mundial, também condenou tanto a ação da igreja, com as respostas violentas.
“Não importa o quanto estamos em desacordo e abominamos as ações de Terry Jones, mas responder com a violência nunca pode ser justificado”, disse Geoff Tunnicliffe, diretor-executivo e secretário-geral da Aliança Evangélica Mundial.
A Aliança pediu aos líderes muçulmanos para exigirem fim à violência e “explicarem … que as ações desse grupo extremista minúsculo que queimou o Alcorão são absolutamente condenadas pelos cristãos a nível mundial”.

Fonte: Christian Today 
Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação integral do texto e a divulgação do link www.amigodecristo.com

Deixe uma resposta