Damares é sucesso de vendas com o CD Diamante

0

Damares é sucesso de vendas com o CD Diamante

Em menos de três anos, Damres se tornou um dos destaques da música pentecostal brasileira. O sabor adocicado de sua vitória ganhou as igrejas. “A canção ´Sabor de mel` chegou a mim como providência divina. É a minha história cantada”, diz a paranaense, que ouviu promessas feitas pelo Senhor na pequena igreja de madeira, onde cresceu chegando a cavalo. E a história ganhou capítulos não menos surpreendentes. Após ser disputada por diversas gravadoras evangélicas, Damares lança seu 6º trabalho pela multinacional Sony Music, a líder em vendas no mercado fonográfico secular.
Para os que só conhecem Damares como a cantora “Sabor de Mel”, ela se apresenta: “Meus CDs contam uma história. As pessoas percebem meu ministério como algo abençoado, expandido, e podem talvez pensar que aconteceu da noite para o dia. Mas não foi. Tenho uma estrada de mais de 10 anos com direito a muita luta, provação, lágrimas, vitórias e presença de Deus. Vivi momentos muito amargos, mas todos conhecem o sabor da minha vitória”, alegra-se ela, reiterando que ouviu as promessas de Deus e até hoje as vê se cumprir.

Fim do anonimato

Natural de Umuarama (PR), a jovem se mudou, ainda criança, para um sítio com a família. Ali, frequentava a igrejinha de madeira que tantas recordações lhe trazem. “Vivíamos o pentecostalismo em sua essência. Usávamos lampião, mas o fogo subia e a glória descia”. Foi naquele lugar que Damares viveu as primeiras experiências com Deus. Na adolescência, Deus mostrou ao seu pai um anjo que colocara uma unção trazida de Deus na boca da jovem e que a transformaria. A partir de então, a voz da menina nunca mais foi a mesma e, aos 16 anos, passou a ser convidada a cantar também em outras igrejas.
Em 1996, gravou uma fita, que foi parar em uma gravadora três anos depois. A cada dois anos, um novo CD. “Pode soar clichê, mas foi chegado o tempo de Deus pra minha vida. Tudo aconteceu sem atropelos e afobamento. Tudo foi com obediência à Palavra de Deus. Não forcei a barra para o meu ministério aparecer. Eu só tinha fé porque Ele sempre prometia. Eclesiastes 3 nos diz que há tempo para tudo e isso é uma realidade em minha vida”, lembra a cantora, que no CD “Diário de um vencedor”, de 2006, viu Deus realizar grande parte dessas promessas.
E o tempo da projeção nacional chegou para Damares. No ano de 2008, ela montava repertório para mais um CD, quando o compositor Agaílton Silva lhe apresentou a canção “Sabor de Mel”. “Comecei a ouvir ali minha história. Lembrava do quanto já tinha sido desacreditada, de quantas vezes chorei por ver um projeto frustrado. De quantas vezes me calei e chorei aos pés do Senhor pela espera de algo que nunca chegava. Caí de joelhos na presença do Senhor. Senti o peso da Glória e me quebrantei. Sabor chegou as minhas mãos como providência divina”, emociona-se.
“Sempre recebi testemunhos impactantes por causa do hino, verdadeiras provas do que Deus me prometera. Quem nunca foi perseguido? Quem nunca chegou ao fundo poço e nesse período teve o coração ferido por palavras? Eu passei por isso. Mas ninguém pode contender com propósitos de Deus. Quando Ele faz, os inimigos enxergam. Percebemos que vale a pena ser fiel”.
O fato é que a canção que marcou o Brasil alçou Damares ao patamar das cantoras que possuem as agendas mais concorridas entre no meio evangélico. Começou, então, uma corrida entre as gravadoras do meio para ter a intérprete, também fenômeno em vendas, em seu elenco. “Deus havia falado comigo e com meu esposo a respeito de algo grande que chegaria a nossas mãos. Recebi propostas de todas as gravadoras evangélicas do país e não sentia paz. Não sabia como, quando e nem por onde. Mas, glória a Deus, pois Ele sempre nos surpreende”.

Sony Music

A surpresa em questão foi o contato da gravadora Sony Music, que começava a montar seu cast gospel, assim como já acontece nos EUA. “Depois da conversa com a Sony, meu marido e eu fomos orar e Deus nos trouxe uma paz imensa. Durante a campanha de oração que acontece na igreja onde meu pai dirige, Deus usou seus vasos para nos trazer a confirmação. E se cumpriu. Nunca imaginei que seria uma multinacional do porte da Sony e sei da responsabilidade que isso me traz. Mas continuo sendo a mesma pessoa, gravando o mesmo estilo e seguindo a orientação de Deus. Estou no lugar certo e no momento certo”, acredita Damares.
E a cantora não cansa de fazer elogios à nova casa: “A Sony não mediu esforços para produzir o melhor CD da minha carreira”.
Damares se mostra eufórica ao ver a gravadora investir tanto na música pentecostal, já que entre seus novos colegas estão Cassiane, Elaine de Jesus, Marcelo Aguiar e a dupla Rayssa & Ravel, e festeja: “A música pentecostal é aquela que vem de dentro para fora, te movimenta, te faz agir, te dá coragem, te impulsiona a buscar o batismo no Espírito Santo, te faz pular no Espírito, falar do poder de Deus. Dou glória a Deus por ser pentecostal e por ver nossa música chegar a lugares altos”.
Intitulado  CD Diamante conta com a mesma receita do aclamado Apocalipse. A produção ficou novamente a cargo do renomado Melk Carvalhedo e entre as composições, não mais 6 canções de Agaílton Silva, como no disco anterior, mas 7.  “Quando o Agaílton Silva me trouxe o hino Diamante, já decidi que seria o título do disco. Ela fala de todo o processo de lapidação desta pedra preciosa para que ela venha a ter o valor que tem. E Deus faz exatamente o mesmo conosco. Ele nos lapida, cuida de nós. Para Ele, eu e você somos um diamante”. Anotou?

Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação integral do texto e a divulgação do link www.amigodecristo.com
Informações Gospel Music

Deixe uma resposta