Pr Silas Malafaia será investigado por conduta homofóbicas

0

Pr Silas Malafaia será investigado por conduta homofóbicas

A procuradora Ana Carolina Araújo Roman, do MP (Ministério Público) em Brasília, abriu inquérito para apurar se foram homofóbicas as afirmações do pastor Silas Malafaia em maio de 2010.
Durante uma audiência pública sobre o Estatuto das Famílias na Câmara dos Deputados, o pastor da Assembleia de Deus, da subdenominação Vitória em Cristo, se opôs com veemência (como é de seu estilo) à união civil de casais homossexuais.
Afirmou que se a relação homoafetiva for legalizada, “tudo o que se imagina” poderá ter o respaldo da lei, incluindo a necrofilia e a zoofilia. “Quem tem relação com cachorro, vamos botar na lei. É um comportamento, ué, vamos aceitar. Quem tem relação com cadáver, é um comportamento, vamos botar na lei.”
O Ministério Público vinha examinando o caso desde aquela época. Em fevereiro, a procuradora Ana Carolina transformou as investigações em inquérito.
Malafaia se destaca pela sua pregação e militância ultraconservadora, principalmente em relação aos homossexuais. Em outubro de 2010, ele distribuiu no Rio de Janeiro 600 outdoors com a inscrição: “Em favor da família e preservação da espécie. Deus fez macho e fêmea”.

Silas Malafaia iguala união gay a zoofilia e necrofilia

Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação integral do texto e a divulgação do link www.amigodecristo.com
Com informações Paulo Lopes  //    Radar online

Deixe uma resposta