Sansão e Dalila termina com Ibope Recorde!

0

A megaprodução Sansão e Dalila, a mais cara já feita na Record, chega ao fim nesta quarta-feira (02). A saga bíblica, estrelada por Fernando Pavão e Mel Lisboa, chegou a marcar 14 pontos de Ibope e 26% de share, ficando à frente do Jornal da Globo, que naquele mesmo dia teve 13 pontos. Protagonista comenta o sucesso da minissérie e de seu personagem

O ator Fernando Pavão conseguiu realizar um antigo sonho em Sansão e Dalila: fazer um protagonista que conquistasse o público.
O herói hebreu de força descomunal é apontado por ele como “o maior de todos” os papeis interpretados por este paulistano que acaba de completar 40 anos, no último dia 12.
Diante da boa audiência – nesta terça-feira (1º), a trama deu 15 pontos, com pico de 17, seu recorde desde a estreia no Ibope em São Paulo, o que garantiu o segundo lugar isolado à Record -, a minissérie mostrou ter conquistado de vez o público.
Com o fim da minissérie bíblica da Record, nesta quarta-feira (2), às 23h, Pavão faz um balanço deste homem que marcou a trajetória do povo judeu e também a sua.
O ator comemora o personagem e lembra o desafio de gravar em diferentes locações.
– Só no Nordeste, nós ficamos quase um mês direto.
“Muito bem casado e pai de um filho”, como faz questão de dizer, o ator viu aumentar, com a exibição do folhetim, o assédio feminino.
Com o devido respeito às fãs, Pavão prefere mesmo é falar de como o nascimento de seu primeiro filho, Gabriel, o ajudou a preparar o personagem. A criança é fruto de seu casamento com a diretora de elenco Maria Elisa Pacheco.
– Foi algo bem especial na minha vida. Pude me apegar a emoções fortes e profundas. Sansão era um personagem que tinha emoções muito exacerbadas.
Com o fim das gravações, o astro só pensa em curtir férias de pelo menos dois meses ao lado do filhão, que nasceu em dezembro, enquanto não pinta outro convite para uma novela. Ele tem contrato com a Record até 2016.

Quando questionado sobre qual é a maior qualidade de Sansão, Pavão não pensa duas vezes.
– É a honestidade, a verdade com que ele lida com todas as questões. E, por coincidência, este pode ser o maior erro. É um personagem de extremos, não tem muito meio termo com o Sansão. E todo extremo traz consequências.
Diante da traição de Dalila (Mel Lisboa), o ator não acredita que Sansão tenha sido fraco por ter se envolvido com ela.
– Quando se está apaixonado, um dos princípios é a confiança. E tanto Ieda quanto Dalila traíram a confiança de Sansão. Acho que faria a mesma coisa que ele, sim, porque, para mim, a confiança é um pré-requisito em um relacionamento.
Pavão destaca cenas que gostou, como aquela na qual Sansão descobre a traição de Ieda. Outra que ele curtiu fazer foi a de Sansão sendo surrado no palácio.
– A história que a gente fez é fiel à passagem da Bíblia, mas é triste mesmo.
Perdeu algum capítulo da minissérie , Sansão  e Dalila? Veja os capítulos passado!

Visite: Amigo De Cristo, Videos Amigo De Cristo

Com informações Galileo
Visite: Amigo De Cristo, Videos Amigo De Cristo

Deixe uma resposta