Pastor diz que foi violentado por duas mulheres e um homem em motel

0
Pastor diz que foi violentado por duas mulheres e um homem em motel
Pastor diz que teve carro roubado e foi obrigado a ir para motel praticar atos sexuais que foram fotografados para chantagens.
Um pastor evangélico da Igreja Batista teve o carro pertencente à igreja e que estava em sua posse, roubado por uma quadrilha na quinta-feira (10), por volta das 14h30. O homem afirma que, além do roubo, foi obrigado a ir com duas mulheres e um homem para um motel, onde teve que praticar atos sexuais e que um dos integrantes fotografou o ato, para chantagear a vítima. Além disso, os bandidos também chegaram a consumir drogas no motel.
Segundo informações obtidas pela reportagem do Periscópio através da Polícia Militar, C. A. S., 56, estava em um posto de combustíveis no bairro São Luiz, abastecendo seu veículo Montana cor preto, quando uma moça aproximou-se do carro e sentou no banco do carona dizendo não estar sozinha e que tratava-se de um roubo. A mulher também informou à vítima que outras pessoas estavam envolvidas na ação e pediu que o Pastor dirigisse em direção a cidade de Sorocaba. Durante o trajeto a mulher relatou detalhes da rotina e vida pessoal da vítima.
Na estrada a mulher também ordenou que a vítima parasse em um motel e que se identificasse na portaria do local. Logo atrás, outro carro que o seguia passou direto sem se identificar. O Pastor estacionou seu carro no box do motel e percebeu que logo atrás o carro que o seguia também parou.
Levado para dentro do quarto, C.A.S. percebeu que se tratavam de duas mulheres e um homem; a quadrilha exigiu US$ 200 mil e mais barras de ouro, que os assaltantes afirmavam que a igreja possuía.
O Pastor negou que a igreja tivesse os valores, e presenciou cenas de uso de drogas entre os membros da quadrilha, além de ser obrigado a participar de atos sexuais que foram fotografados por um dos membros da quadrilha.
Algum tempo depois, uma das mulheres se retirou do quarto e levou o carro da vítima, com documentos e cheques de terceiros. Após quatro horas, os outros dois membros da quadrilha anunciaram que iriam embora. No carro, o Pastor foi colocado no banco e percebeu que o homem apontava algo para sua cabeça, possivelmente uma arma de fogo.
No caminho para Itu, quando passavam por um bloqueio policial a vítima foi obrigada a assumir a direção do veículo da quadrilha.
Quando chegaram na cidade, nas proximidades da escola Sesi, o homem puxou o freio de mão do carro e a vítima saiu correndo com seu celular na mão até o posto de Gasolina onde anteriormente havia sido abordado.
Perseguição
O caso voltou a repercurtir na terça-feira (15) quando o veículo Montana, ocupado por duas pessoas foi localizado trafegando na SP-75, tambpem conhecida como Rodovia do Açucar.
Por volta das 15h, um Policial Rodoviário avistou em sua base, no Km 24, o veículo roubado do Pastor. O PM Rodoviário, imediatamente deixou a base e deu início a perseguição do carro. Ao chegar no Portal de entrada da cidade, o motorista chocou-se contra uma defensa metálica e parou o carro, fugindo em seguida. Porém, nas proximidades encontrava-se um Guarda Municipal, que ao avistar os fatos, percebeu que tratava-se de uma fuga e que no automóvel encontrava-se uma mulher, a qual deteve no local.
Após deligências, a Polícia Rodoviária conseguiu localizar o fugitivo, trata-se do ajudante J.L.G, 23, que já apresenta várias passagens pelos meios policiais. Interrogado sobre o motivo da fuga, o jovem informou que estava com receio pelo fato de não ter habilitação.
Quanto a mulher que acompanhava o jovem, ficou exclarecido que a mesma apenas teria pego uma carona. O rapaz foi preso no local.

Via:Folha Gospel
Visite: Amigo De Cristo, Videos Amigo De Cristo

Deixe uma resposta