Ex BBB eleito deputado e diz estar disposto a encarar os evangélicos

0

Ex BBB eleito deputado e diz estar disposto a encarar a bancada evangélica

Um palhaço, um ex-participante de reality show, um campeão mundial de futebol e um ex-pugilista foram o centro das atenções na solenidade de posse
Ainda sem saber diferenciar, por exemplo, a Asa Sul da Asa Norte, os deputados estreantes que atraem os holofotes por onde passam já se organizam para dividir a vida entre Brasília e as cidades onde fizeram fama, dinheiro e, mais recentemente, votos. O mais votado deles, o palhaço Tiririca (PR-SP), ficará hospedado por dois meses num hotel até encontrar um apartamento para ele e a mulher. Tiririca pretende ficar em Brasília de terça a quinta-feira. Na sexta, gravará seus programas de humor para uma emissora de TV em São Paulo. Os fins de semana serão destinados a shows. “Vamos morar em São Paulo. Aqui em Brasília, estamos num flat”, diz a mulher de Tiririca, Nana Magalhães, 32 anos.
O ex-jogador de futebol Romário (PSB-RJ), eleito com 146,8 mil votos, também pretende ficar em Brasília de terça a quinta-feira, “talvez até sexta”. “A princípio, fico num apartamento funcional, acho que na Asa Sul. Estou chegando agora, depois vejo o que faço.” Três dias na semana, no máximo, serão o tempo da dedicação ao Legislativo do deputado Popó (PRB-BA), ex-pugilista baiano que também chamou a atenção na posse na Câmara, na manhã de ontem. “Preciso ir a Salvador para dar assistência à família.” Popó diz estar acostumado a viajar.
Morar em Brasília, longe das praias baianas, não será um problema, segundo o ex-atleta. “Quando lutava, passava até dois meses fora de casa.” Ex-big brother e irritado com essa pecha que o acompanha desde a participação no reality show da TV Globo, o deputado Jean Wyllys (PSol-RJ) continuará a dar aulas numa universidade no Rio, às sextas-feiras. Em Brasília, onde ficará de terça a quinta-feira, Jean já alugou um apartamento na Asa Norte.
Celebridades da TV e do mundo esportivo, os quatro deputados roubaram a cena na cerimônia de posse na Câmara. Tiririca repetiu o alvoroço da primeira visita à Casa e da diplomação, em dezembro. Estava, porém, mais contido nas piadas e manifestou opiniões mais firmes sobre o que pensa para seu mandato. Ele declarou, por exemplo, que iria votar em Marco Maia (PT-RS) para a Presidência da Câmara, e não em Sandro Mabel (PR-GO). “Sigo a orientação do meu partido. E Mabel tem o direito de lançar seu nome.” O PR quer expulsar Mabel, o deputado que mais assedia Tiririca desde a primeira visita do palhaço à Câmara.
Muitos deputados tiraram fotos ao lado de Tiririca ou levaram seus filhos e netos para garantir o registro. Ele foi um dos últimos a deixar o plenário, tamanho o assédio. Ouviu a música Florentina (seu principal hit) e, assediado da entrada à saída, foi o parlamentar mais aplaudido durante a posse.
Romário se manteve sério durante a maior parte da cerimônia. Ele compareceu à Câmara apenas na companhia da mulher, Izabela. Não se furtou a tirar fotos com fãs, parlamentares e jornalistas. “Em nível de presença, vou procurar estar onde tiver de estar”, filosofou. Romário disse que seus projetos estarão focados em adolescentes, jovens e pessoas portadoras de necessidades especiais. O deputado afirmou ainda que continua sendo o Romário celebridade, admirado pelos feitos no futebol. “Não há necessidade de desvincular uma coisa da outra. Essa é uma emoção diferente das outras que tive e me orgulho disso.”

Homossexuais
Disposto a encarar a bancada evangélica, com o apoio de deputadas ligadas ao movimento feminista, Jean Wyllys quer substituir o projeto de união estável de homossexuais por um projeto de casamento civil entre os gays, a exemplo dos casais heterossexuais. Ele sabe das dificuldades que vai encontrar e pretende contornar o cenário desfavorável com o apoio da Frente das Mulheres e do movimento negro.
“A oposição vende o preconceito.” Jean pretende assumir a Frente Parlamentar pela Livre Expressão Sexual. Militantes das causas gays fizeram barulho no Salão Verde, num discurso contra a homofobia e ciceronearam o deputado que encampou a causa.

Informações Correio Braziliense
Visite: Amigo De Cristo, Videos Amigo De Cristo

Deixe uma resposta