Assassino de Pastor no RJ foi Encontrado e Confessou o Crime

0
Assassino de Pastor no RJ foi Encontrado e Confessou o Crime
Assassino de Pastor no RJ foi Encontrado e Confessou o Crime

Assassino de Pastor evangélico Heguinaldo da Silva Viana (foto ao lado), morto neste domingo, no bairro de Santíssimo, na Zona Oeste do Rio foi preso na tarde de segunda-feira e confessou o crime.

O Criminoso é o marceneiro Alessandro Teixeira Rocha, de 35 anos, que estava sendo procurado desde ontem pela Divisão de Homicídio (DH), como principal suspeito da morte de Hegnaldo da Silva Viana, 44 anos. Ele foi preso por Policiais do 3° BPM (Méier), e encaminhado para a 34ª DP (Bangu), onde confessou ter assassinado o pastor.
Hegnaldo foi morto na frente da Igreja alegadamente depois de ter discutido com Alessandro por causa do barulho da Igreja.
Na véspera do Natal do ano passado, Alessandro e o pastor discutiram pelo mesmo motivo, e Hegnaldo teria sido ameaçado de morte com uma arma por Alessandro. Naquela época o pastor fez um registro no 35° DP (Campo Grande) de ameaça contra Alessandro. Uma audiência de conciliação entre os dois estava marcada para amanhã.
“Após a ocorrência, as coisas só pioraram. A cisma dele com Hegnaldo só aumentou. Não aguentei nem ver meu marido no chão. Entrei em pânico,” contou a viúva do pastor, a técnica de enfermagem Cleide Alves Viana, de 46 anos (3° BPM).
O assassino teria ido buscar ajuda de seu ex-patrão para fugir, mas foi preso na Rua Ateneu, em Inhaúma, depois que os policiais receberam uma denúncia. Segundo informações Alessandro teria contado aos PMs que ficou vagando pelas ruas da cidade e que se desfez da arma do crime.
A cozinheira Rosa Maria Batista da Silva, tia do pastor, estava na casa dele no momento do assassinato. Ela lembra que tinha acabado de jantar quando uma obreira o chamou e ele desceu para conversar com ela.
Aproximadamente 15 minutos depois, a família ouviu os dois disparos. Ao olhar pela janela da casa, no andar de cima da Igreja, viram o pastor caído no chão ensanguentado.
“Quando corremos, ainda vimos o assassino andando calmamente com a arma do crime na mão. Só espero que ele vá pra cadeia e fique lá por um bom tempo,” disse ela emocionada.
O enterro de Viana será hoje, às 9h, no cemitério São Francisco Xavier, no Caju.

Informações The Christian Post

Deixe uma resposta