Xuxa vence processo contra editora que a chamou de satanista

1

Xuxa vence processo contra editora que a chamou de satanista

Xuxa vence processo contra editora que a chamou de satanista
Xuxa vence processo contra editora que a chamou de satanista

A Justiça do Rio condenou a Editora Gráfica Universal, da igreja do bispo Edir Macedo, a pagar a Xuxa Meneghel R$ 150 mil de danos morais por associá-la ao satanismo. A Universal poderá recorrer da sentença.
Em agosto de 2008, a Folha Universal, de responsabilidade da editora da igreja, publicou um longo texto dando crédito a Josué Yrion, folclórico pastor brasileiro radicado nos Estados Unidos, segundo o qual a apresentadora da TV Globo vendeu sua alma para o diabo por U$ 100 milhões (R$ 168 milhões) para obter sucesso.
Na capa, o jornal abriu uma foto de Xuxa sob o título “Pacto com o Mal?”, conforme reprodução acima. Em uma página interna, publicou a foto de um homem de costas representando o demônio, com o título “Contrato com o Diabo”.
Em um vídeo postado no Youtube, e citado pela Folha Universal, Yrion diz coisas como a palavra Xuxa é composta por duas entidades do candombé (Exu e Orixa), que apresentadora doa sangue duas vezes por ano à Igreja do Satanás (em São Francisco, EUA) e que a boneca que leva o nome dela matou no Brasil uma menina.
A publicação da Igreja Universal ressalta que “Yrion parece conhecer do que fala”.
Para reforçar o tal pacto com o diabo, ela recorreu a outro vídeo em que a apresentadora canta “Cãozinho Xuxo”, música que, tocada de trás para frente, seria uma invocação ao diabo. Legendas induzem a essa interpretação.
Ela cita outros exemplos – como o escritor Paulo Coelho – que também, segunda a publicação, se vendeu para o diabo em troca de fama e dinheiro.
A Folha Universal, “um jornal a serviço de Deus”, é distribuída aos fiéis. Ela diz ter uma tiragem de mais de 2 milhões de exemplares.
Fonte: Paulopes
Visite: Amigo De Cristo, Videos Amigo De Cristo

Deixe uma resposta