Sansão e Dalila Quarto capítulo !

0
Sansão e Dalila Quarto capítulo !Sansão e Faruk se encaram.

Sansão e Faruk se encaram. Judi parece ansiosa ao lado de Ieda, que está preocupada. Sansão faz sinal com a mão, chamando Faruk. Sansão se defende dos golpes ágeis de Faruk. No palácio, Hannah esbraveja porque Dalila foi até Inarus sem sua autorização. Dalila está num canto, pensativa. Myra tem medo que os soldados descubram o que aconteceu à Rudiju. Dalila diz que houve justiça e que ninguém será punido por isso. Hannah ouve toda a conversa. Faruk fere Sansão no braço. Depois de mais um ferimento, Faruk vai golpeá-lo, mas Sansão segura a lâmina. Faruk debocha de Deus e Sansão avança sobre ele e encosta a espada em seu pescoço. Simas intercede e anuncia que sua filha se casará com o hebreu. Faruk se afasta com ódio.

Hannah está nervosa diante de Abbas porque pede a ajuda do comandante para expulsar Dalila alegando que ela pode ser um perigo para Inarus. Ele se nega. Hannah sai, deixando Abbas intrigado. Sansão caminha por um local deserto quando avista o leão que abateu. Ele percebe que uma colméia se formou na boca do animal e se ajoelha para retirar um favo e levar alguns. Manoá prova o mel, feliz, enquanto Zilá permanece séria ao saber do casamento de seu filho. Ela não concorda e se recusa a conhecer Ieda. Sansão vai embora decepcionado. Samara olha de sua janela e vê Sansão passar. Ela vai até ele e o abraça. Sansão diz que já está novamente de partida. Dalila está preocupada porque Hannah parou de perturbá-la. Abbas entra no quarto das mulheres e se aproxima de Dalila para se apresentar, enquanto a olha com interesse.

Myra fica assustada com Abbas. Após um momento de descontração, Dalila seduz o comandante enquanto eles são observados por Hannah que, furiosa, expulsa Dalila. Abbas se afasta, aumentando mais a raiva da chefe das cortesãs. Ieda está pensativa em seu quarto devido à derrota de Faruk. Faruk diz para Aron que irá no casamento de Ieda. Sansão convida Héber para seu casamento, mas o rapaz se nega a entrar na casa de um filisteu. Jidafe se aproxima e diz que Sansão é um covarde por virar as costas para seu povo. Dalila dança para Inarus. Sansão caminha sozinho por um terreno vasto e deserto.

Dalila volta para suas acomodações e diz que se afastará por um tempo. Ela pede a Myra que tome cuidado com Abbas e Hannah. Alguns dias depois, Ieda está sendo arrumada por outras mulheres em seu quarto. Ama entra e se emociona ao ver Ieda. Ela pergunta se os pais de Sansão irão para a cerimônia, mas triste, Ieda responde que não. Simas caminha por um trigal, enquanto é observado por Sansão que se aproxima. Emocionado, Simas pede que Sansão cuide de sua filha. O hebreu promete que fará Ieda feliz.

Dalila chega em sua casa para o funeral de Rudiju. Ela quer levar sua mãe até Gaza para morarem juntas, mas Agar a expulsa de casa e culpa Dalila por tudo de ruim que já lhe aconteceu. Dalila encara a mãe, decepcionada, antes de sair. Dalila caminha chorando. Ela diz que seu lugar não é mais ali. Sansão está visivelmente deslocado em seu casamento devido à presença de filisteus. Manoá conversa com sua esposa sobre netos. Triste, Zilá diz que não será possível vê-los, já que seu filho agora vive com os filisteus. Sansão observa um número de dança. Ieda é trazida pelos empregados. Simas se aproxima e o casal se dirige até o sacerdote. O homem sela a união do casal. Sansão beija Ieda carinhosamente até que chega Faruk com cerca de trinta homens. Faruk diz que estão no local em paz.

Simas pede para que os soldados fiquem. Faruk acomoda-se e Sansão permanece irritado. No quarto das mulheres, as cortesãs terminam uma dança, sob o olhar de Hannah. Myra está mais cansada que as demais. Hannah se aproxima da moça e a humilha. Sansão observa os homens comerem como animais. Alguns homens debocham do povo hebreu e Sansão propõe um enigma para os soldados. Se alguém decifrar o enigma, Sansão dará uma roupa de festa para cada homem presente. O enigma é: Do comedor saiu comida… e do forte saiu doçura. Ninguém sabe responder. Eles têm o prazo de sete dias. Ieda e Sansão estão deitados em seu quarto enquanto se beijam felizes. Judi está animada diante de Simas. Faruk vai até um local onde estão um hebreu e sua esposa. Ele os ameaça para obter a resposta para o enigma, porém ninguém sabe responder. Tais e as outras cortesãs estão no jardim do palácio quando veem Myra carregando alguns galões. Tais humilha Myra enquanto Cario vê tudo. Héber está pensativo, distante dos homens que trabalham. Samara se aproxima trazendo água para ele. Héber diz que sempre achou que estaria presente no casamento de seu amigo. Samara fala que sempre achou que ela estaria se casando com Sansão. Héber se preocupa com o destino de Sansão, já que está entre filisteus. Faruk e os soldados oprimem os hebreus interrogando e castigando-os.

Sansão levanta de sua cama e desperta assustado. Seu pesadelo mostrava fogo e destruição, mas Ieda logo conforta seu marido dizendo que tudo não passou de um sonho. Ela o beija. Faruk está inquieto diante do olhar irônico de Judi. Ele está furioso porque encara o enigma de Sansão como uma forma de humilhar os filisteus. Judi diz que o soldado deve esquecer Ieda e olhar para outras mulheres. Ela se insinua para Faruk e quase o beija. O soldado propõe a Ieda que consiga a resposta para o enigma. Se conseguir descobrir, ele a tomará como esposa. Simas observa Ieda abrir uma caixinha e retirar um anel de dentro. Ele explica que aquele anel pertenceu à sua esposa e que seria dado para a primeira filha que se casasse. Ieda sorri e abraça o pai, emocionada. Os dois falam sobre Sansão, até que se dão conta de que ele não está no local. Sansão está em um local pouco iluminado quando entra e vê a mulher em sua cama, sob os lençóis, de costas para ele. Ele deita-se e a abraça. Judi se vira e o beija calorosamente. Sansão percebe e abre os olhos se surpreendendo ao ver Judi, que se afasta e para na porta. Ela começa a seduzi-lo tentando descobrir a resposta para o enigma. Sansão a segura pelo braço pronto para expulsá-la quando chega Ieda e pergunta o que sua irmã está fazen
do ali. Judi desconversa e sai do quarto. Ieda diz que sua irmã é surpreendente. Sansão a surpreende com um beijo.

Ao amanhecer, as cortesãs dançam, mas param quando veem Dalila entrar. Dalila pergunta à Hannah onde está Myra. A chefe das cortesãs não responde e ameaça a permanência de Dalila no palácio. Dalila responde que ela está enganada e sai, deixando Hannah furiosa. Dalila anda no jardim à procura de Myra e pergunta a Cario sobre Myra. Cário aponta para um local onde Myra está despejando um galão com restos de comida. Dalila manda Myra deixar de fazer aquilo e diz que as coisas irão mudar. Abbas está nervoso diante de Faruk e sugere que ao invés de utilizar Judi, o soldado deverá ameaçar a vida de Ieda para obter a resposta do enigma. Faruk sai apressado e Abbas permanece furioso, de costas para a porta. Ele se vira e se surpreende com Dalila. Ela pede para ver o príncipe, mas o comandante diz que Inarus não está no palácio. Abbas se oferece para resolver o problema de Dalila.

A moça sorri maliciosa e o beija calorosamente. Faruk galopa a toda velocidade por locais desertos. Hannah escolhe roupas com mulheres, quando Dalila se aproxima. Ela chama Myra e anuncia que ela é a nova chefe das meretrizes. Hannah se espanta e as mulheres ficam surpresas. Sansão caminha na festa, orgulhoso enquanto Simas permanece preocupado com a falta de respostas para o enigma. Ele pede que Sansão revele a resposta, mas o hebreu se nega, lembrando que o prazo termina no dia seguinte. Ieda é pega por Faruk. Ele a ameaça e dá o prazo até o dia seguinte para que Ieda descubra a resposta para o enigma, caso contrário, os soldados colocarão fogo na casa de seu pai.

Fonte: R7 Entretenimento
Visite: Amigo De Cristo, Videos Amigo De Cristo

Deixe uma resposta