STF nega pedido de habeas corpus de pastores acusados de matar Lucas Terra

0

STF nega pedido de habeas corpus de pastores acusados de matar Lucas Terra

Os pastores da Igreja Universal do Reino de Deus bispo Fernando Aparecido da Silva e pastor Joel Miranda, acusados do assassinato do adolescente Lucas Terra(foto), ocorrido em 2001, tiveram o pedido de habeas corpus negado nesta quinta-feira (2) pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

A defesa dos pastores evangélicos pedia a suspensão do processo alegando que a investigação deveria ser considerada nula por ter sido conduzida pelo Ministério Público e não pelas autoridades policiais.

A Turma decidiu analisar o pedido dos pastores devido à peculiaridade do caso. Durante o julgamento, o ministro Ricardo Lewandowski salientou que a investigação não teve início no Ministério Público. Segundo ele, já havia um inquérito policial em curso. Deste modo, a Turma rejeitou a argumentação da defesa e manteve o curso da ação penal.

Caso Lucas Terra
Lucas Terra, de 14 anos, foi violentado sexualmente e queimado vivo em março de 2001. O corpo do adolescente foi encontrado em um terreno abandonado na avenida Vasco da Gama, em Salvador.

O terceiro pastor envolvido, Sílvio Galiza, que está preso há nove anos pelo assassinato de Lucas, disse que o adolescente foi morto por ter presenciado os pastores Fernando e Joel mantendo relações sexuais. Os dois respondem ao processo em liberdade.

Confira as fotos dos envolvidos:

Silvio Galiza – preso – Fernando Ap. Silva- liberdade e  Joel Miranda-Liberdade

Veja outras noticias de pastores da Universal envolvido em escândalos:

Bispos da Universal estariam envolvidos com a ‘máfia dos sanguessugas’.

Descoberta ligação de bispos da Universal com a ‘máfia dos sanguessugas’, que envolvia Ney Suassuna A Procuradoria da República em São Paulo apontou em denúncia à Justiça que…

Fonte: Correio24horas –  inforgospel.com.br

Visite: Amigo De Cristo, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel,Frases cristã

Deixe uma resposta