Record lança superprodução Sansão e Dalila estreia dia 3 de janeiro

0
Record lança superprodução Sansão e Dalila
Record lança superprodução Sansão e Dalila

Record lança superprodução Sansão e Dalila estreia dia 3 de janeiro

O sucesso da minissérie A História de Ester, exibida em março deste ano, fez os olhos dos diretores da Record brilharem e manterem o forte investimento na linha de dramaturgia bíblica. A nova aposta da casa é Sansão e Dalila, que estreará no dia 3 de janeiro e será dividida em 16 episódios.
Para aprimorar a qualidade dos trabalhos, a emissora não poupou investimentos e abriu os cofres para fazer da obra uma minissérie com qualidade de filme de Hollywood. Durante a coletiva de apresentação à imprensa, realizada na terça-feira (30), o diretor geral de teledramaturgia Hiran Silveira disse que o custo de cada capítulo era equivalente ao dobro do valor médio de um episódio de uma novela, que é avaliado em R$ 400 mil. Pelos cálculos, cada capítulo da nova minissérie sairá em torno de R$ 800 mil, totalizando aproximadamente R$ 13 milhões. “A folha de pagamento e os recursos tecnológicos utilizados elevaram os preços”, justificou.
Hiran acrescentou que viajou até Los Angeles e identificou o que havia de melhor no cinema americano para aplicar no novo projeto da emissora. “Estamos muito preocupados com a qualidade do que estamos colocando no ar. As cenas presentes aqui não deixarão a desejar a nenhum filme de Hollywood”, garantiu o diretor. “Aproveito para anunciar que este será o primeiro trabalho produzido integralmente em HD. Todos os próximos também serão feitos com esta tecnologia”, avisou.
Diferente de Ester, a equipe de Sansão e Dalila não se limitou a utilizar os estúdios do RecNov, no Rio de Janeiro, para gravar as cenas. O elenco e equipe técnica viajaram para as cidades de Madre de Deus (MG), Beberibe (CE), Natal (RN) e Niterói (RJ), onde exploraram as belezas naturais e reproduziram as paisagens descritas nos relatos bíblicos. “Eu precisava provar para a emissora que era necessário explorar o sensorial, buscar na paisagem e na natureza elementos que enriquecessem a trama. As cenas ficaram lindas e tenho certeza que o público ficará impressionado”, disse o diretor João Camargo.
O autor Gustavo Reiz, que sai do time de apoio e estreia como titular na Record, previu o alto custo da produção ainda na redação dos episódios. “É uma história muito dinâmica, vibrante e emocionante. Eu, na empolgação de autor, disse na primeira reunião com a diretoria da Record que mostraríamos nessa minissérie o que o cinema não mostrou. Quando falei isso, alguns deram risada e eu ri junto. Depois, o João Camargo me chamou de canto e disse que se o cinema não fez é porque algum problema tinha. Mas de fato a história que exibiremos na Record é mais rica em detalhes do que as que já foram exibidas até hoje”, garantiu o autor.
A minissérie marcará a estreia de Mel Lisboa na Record, que após três anos na geladeira da Globo acabou mudando de emissora e ganhou o título de protagonista na nova trama da casa. Este também será o primeiro trabalho de Joana Balaguer na emissora, interpretando a cortesã Yunet. O papel de Sansão está sob a responsabilidade de Fernando Pavão, veterano da Record.

Assista o trailer:

Deixe uma resposta