Igreja evangélica para gays sofre série de ataques homofóbicos

0

Igreja evangélica para gays sofre série de ataques homofóbicos

Representantes da Igreja Comunidade Cristã Nova Esperança (Igreja evangélica para gays) denunciaram, nesta terça-feira (14), uma série de ataques homofóbicos sofridos desde agosto, em Fortaleza. Segundo a pastora Sara Cavalcante, responsável pela igreja na capital cearense, cerca de 60 frequentadores foram ameaçados de morte e o muro do templo religioso apareceu com pichações várias vezes. O local é conhecido por pregar a inclusão social, a diversidade sexual e atua diretamente com pessoas da comunidade LGBT. O último ataque ocorreu nesta quarta-feira (8).
Casais homossexuais ganham direito a pensão por morte”Somos uma igreja evangélica, pentecostal e inclusiva”, disse Sara, que se reuniu nesta quarta-feira (15) com integrantes da Câmara de Veradores de Fortaleza para apresentar um dossiê com relatos dos ataques sofridos por integrantes da igreja. Nesta terça, ela participou de um encontro com a Coordenadoria da Diversidade Sexual da Secretaria Municipal de Direitos Humanos para pedir ajuda. “Eles nos ofereceram ajuda jurídica e apoio para atuarmos em conjunto de forma educativa e preventiva na região”, afirmou Sara.
Nova Esperança)Cronologia
Segundo a igreja, no mês de agosto deste ano, o prédio do templo foi apedrejado, o muro foi pichado com mensagens homofóbicas e os cadeados entupidos. No começo de novembro, rapazes insultaram e fizeram ameaças de morte contra os frequentadores da igreja na saída de um dos cultos. No fim de novembro, um grupo de rapazes ameçou atear fogo ao prédio da igreja. O último ataque aconteceu na semana passada, quando jogaram urina na porta do prédio.
Providências
“Notificamos o Ministério Público para acompanhar o caso para encontrar os responsáveis pelos ataques homofóbicos. Além disso, queremos desenvolver uma ação educativa na comunidade próxima da igreja e prevenir novos ataques. Vamos atuar junto com lideranças do bairro”, disse Luanna Marley, coordenadora do Centro de Referência LGBT de Fortaleza.
Segundo Sara, um Boletim de Ocorrência foi registrado no 3º Distrito Policial de Fortaleza relatando os ataques. “A nossa preocupação é a preservação da integridade dos frequentadores da igreja. Cobrimos a pichação, mas não pintamos o muro para evitar que sejam feitas novas pichações. Defendemos toda a liberdade sexual e não fazemos distinção de cor de pele ou orientação sexual. As portas da igreja sempre estarão abertas”, disse a pastora.
Luanna disse que vai encaminhar um ofício para a Secretaria de Segurança Pública do Estado, pedindo investigação criminal. “Também vamos acionar o setor de Enfrentamento aos Crimes de Ódio da Polícia Federal”.

Fonte: ClickPB  
Veja outros artigos realcionados com a Igreja Evangélica Gay:  

:Igreja Gay: Uma vergonha para os evangélicos
 Igreja Gay: Uma vergonha para os evangélicos! … Silas disse que não há igreja evangélica gay, nem tampouco “pastor gay”.

:Outdoor em defesa de união gay é atacado por vândalos no Rio
Um outdoor da Igreja Cristã Contemporânea instalado em Santíssimo (zona oeste do Rio) para defender o casamento gay e anunciar festa foi
www.amigodecristo.com/2010/08/outdoor-em-defesa-de-uniao-gay-e.html

:Pastor gay de uma igreja evangélica abre portas para todas as
 O pastor Marcos Gladstone (Pastor gay), presidente e fundador da Igreja … Pastor da igreja gay processa compositor de música gospel por homofobia Visite: Amigo De Cristo, Videos Amigo De Cristo

Deixe uma resposta