Gráfica também fez material para o PT

0

Gráfica também fez material para o PT, local onde foram apreendidos 1,1 milhão de folhetos da Igreja contra o aborto foi contratado para imprimir ‘santinhos’ de candidatos petistas

A Gráfica Pani, onde a Polícia Federal apreendeu cerca de 1,1 milhão de panfletos da Igreja contra o aborto, no último domingo, teve entre seus principais clientes, nestas eleições, candidatos do Partido dos Trabalhadores. Entre eles Paulo Teixeira e Simão Pedro, eleitos, respectivamente, deputados federal e estadual, e a Mulher Pera, do PR, que integra a coligação com o PT.

Igrejas católicas, evangélicas e budistas também estão entre os clientes assíduos. “Trabalho para quem me paga e tem crédito”, diz o contador da gráfica, Paulo Ogawa, pai do dono e marido da sócia da empresa, Arlety Satico Kobayashi. Ela, conforme o DIÁRIO noticiou nesta segunda, é filiada ao PSDB.

“A Arlety nunca foi militante. Ela se filiou ao partido dos tucanos em 1991, quando trabalhava no gabinete do irmão, Paulo Kobayashi, na presidência da Assembleia Legislativa”, explica Ogawa. A empresária também é irmã do tucano Sergio Kobayashi, coordenador de infraestrutura da campanha do candidato tucano José Serra.

“O Sérgio foi um dos maiores opositores do meu casamento com a irmã dele e, por isso, há 20 anos que não conversamos”, conta Ogawa. “Para ficar comigo, ela se desvinculou do gabinete do Paulo, meu grande amigo, porque disse que não queria chupim partidário.”

Arlety é funcionária concursada da Assembleia desde 82 e, hoje, trabalha no departamento de finanças. “Por ironia, lá é um reduto do PT”, comenta.

Suspeitas
O fato de Arlety ser filiada ao PSDB levou o PT a levantar suspeitas de que os tucanos poderiam ter ligação com os panfletos da Igreja e pedir ao TSE mandado de busca e apreensão. “Há indícios veementes de que possam ter sido produzidos pela campanha de nosso adversário”, afirma o secretário-geral do PT, José Eduardo Cardozo.

No pedido feito ao TSE, o PT alega que se trata de propaganda eleitoral negativa para a candidata petista Dilma Rousseff, que anteriormente havia se declarado favorável à discriminalização do aborto.

Ao site G1, Serra afirma que o PT tenta produzir “factóides” para causar repercussão na mídia. “Acontece o seguinte: o PT tem muita coisa errada. Muitos esquemas no nível do governo de irregularidades, desvio de recursos, etc. Então, o que eles querem sempre fazer é nivelação: ah, nós fazemos, mas os outros também fazem. Mas nós não fazemos”. Para ele, o PT quer achar “pelo em ovo”.

Diocese vai pagar o custo dos panfletos
Paulo Ogawa, contador da Gráfica Pana, afirma que a Diocese de Guarulhos confirmou nesta segunda que pagará os R$ 30 mil referentes ao custo dos panfletos que encomendou. “A diocese pediu para fazer um boleto para o dia 5 de novembro”, explica. Segundo Ogawa, o próprio bispo, dom Luís Gonzaga, ligou logo cedo para ele pedindo desculpas pelos transtornos causados por causa da encomenda da Igreja.

TSE suspende entrega de impressos da CUT
O Tribunal Superior Eleitoral mandou suspender nesta segunda a distribuição de material impresso feito pela CUT em favor de Dilma Rousseff. O pedido partiu da coligação de José Serra (PSDB).
 Fonte Diário de São Paulo
Veja também:

TSE acata pedido do PT para apreender panfletos anti-Dilma

TSE acata pedido do PT para apreender panfletos anti-Dilma O Tribunal Superior Eleitoral concedeu, na noite deste sábado (16), uma liminar acatando uma representação da campanha da candidata…

1 COMENTÁRIO

  1. Caro amigo a liberdade expressão é uma "exclusivdade" do pt! ou você não sábia disso, tudo ele jogam para de baixo do pano sujo, "tem morte na panela com o diz o profeta"

Deixe uma resposta