Foi Deus que me livrou diz fiscal, após acidente

0

Foi Deus que me livrou diz fiscal, após acidente

‘Deus me livrou dali’, diz fiscal que trabalha em guarita atingida em SP Cabine de fiscalização foi derrubada por ônibus na manhã desta quinta. Homem de 79 anos vítima de acidente morreu no Hospital das Clínicas.A fiscal que trabalha na cabine de fiscalização derrubada por um ônibus na manhã desta quinta-feira (14) no acesso ao Terminal Parque Dom Pedro, no Centro de São Paulo, contou que havia saído por alguns minutos quando ocorreu o acidente. “Na hora que eu cheguei, o ônibus estava em cima da guarita. Foi Deus que me livrou dali. Eu nasci de novo, posso dizer isso”, afirmou Silvana Silva. Um homem de 79 anos morreu no acidente.

VEJA O DEPOIMENTO DA FISCAL:
O ônibus perdeu o controle, subiu na calçada, passou por cima de um ponto de ônibus e ainda destruiu a cabine de fiscalização. O pedestre ferido chegou a ser resgatado pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar, mas morreu logo após dar entrada no Hospital das Clínicas. Segundo a assessoria do hospital, a morte ocorreu às 10h50. O acidente deixou outras quatro vítimas: duas pessoas tiveram ferimentos leves e outras duas ficaram em estado de choque. Elas foram levadas para os pronto-socorros Vergueiro e João XXIII.
Segundo o delegado Stefan Uszkurat, do 1º Distrito Policial, o motorista será indiciado por homicídio e lesão corporal culposos (sem intenção). O condutor também ficou ferido e foi levado a um pronto-socorro. Por volta das 12h, a área onde aconteceu o acidente continuava isolada. A perícia havia concluído o trabalho, mas um guincho era aguardado para remover o ônibus.
Em nota, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) informou que o ônibus envolvido no acidente fazia o trajeto de São Bernardo do Campo, no ABC, ao Terminal Rodoviário Tietê, na Zona Norte, e bateu em outro coletivo antes de atropelar os pedestres. A EMTU também afirmou que está acompanhando a ocorrência e irá apurar as causas do acidente. O acidente aconteceu por volta das 9h30.
Fonte: G1-SP-14/10/10 com informações do INFORGOSPEL

1 COMENTÁRIO

  1. Não pude notar certas mensagens que li aqui. Especialmente as que falam do aborto. Primeiramente, ogstaria de esclarecer que existe uma questão básica de organização em um todo e qaulquer partido: essas resoluções dos Congressos Nacionais dos partidos são diretrizes votadas e aprovadas na instância dos partidos, e não SÃO PROGRAMA DE GOVERNO de um candidato.

  2. Não pude notar certas mensagens que li aqui. Especialmente as que falam do aborto. Primeiramente, ogstaria de esclarecer que existe uma questão básica de organização em um todo e qaulquer partido: essas resoluções dos Congressos Nacionais dos partidos são diretrizes votadas e aprovadas na instância dos partidos, e não SÃO PROGRAMA DE GOVERNO de um candidato.

  3. Não pude notar certas mensagens que li aqui. Especialmente as que falam do aborto. Primeiramente, ogstaria de esclarecer que existe uma questão básica de organização em um todo e qaulquer partido: essas resoluções dos Congressos Nacionais dos partidos são diretrizes votadas e aprovadas na instância dos partidos, e não SÃO PROGRAMA DE GOVERNO de um candidato. Há diferenças fundamentais. Em 2o. lugar, como o próprio texto mais acima acima mostrou, em momento algum o tema "ABORTO" foi sequer citado. Falou-se em REAFIRMAR direitos que a mulher deveras tem! Em momento algum Dilma se posicionou a favor do aborto, falou sempre sim: de preparar o SUS para receber mulheres que fazem aborto (só para que todos saibam: 1 em cada 5 mulheres já fizeram aborto no Brasil!), isto é, em casos que JÁ SÃO PREVISTOS em LEI (2 casos: ESTUPRO E RISCO GRAVE DE MORTE PARA A MÃE). Repito: NUNCA disse isso, e não existe vídeo nem gravação nem esntrevista que confirme isto. Em 3o. lugar, para quem ainda duvida dos valores cristãos/católicos de Dilma, basta ler o artigo que o Frei Beto escreveu sobre ela (que havia sido sua vizinha na infância) a fé de Dilma, no Colégio Católico, as orações de noite enquanto presos políticos na época do Regime… Está lá, na Folha de São Paulo e na Revista Carta Capital que saiu recentemente: http://www.cartacapital.com.br/politica/dilma-e-a-fe-crista/.

    4o. lugar: há meses pesquiso muito sobre o cenario politico brasileiro, e venho acompanhando as posições dos candidatos desde a época das pré-candidaturas. Sempre lia e ouvia que a Marina Silva "era favorável à realização de plebiscito para temas complexos, como regulamentação do aborto e do uso da maconha Para quem quiser está na FSP: www1.folha.uol.com.br/poder/786372-marina-defende-plebiscito-sobre-aborto-e-cita-obama-ao-justificar-posicao-em-pesquisas.shtml. Quinto e último lugar: Serra editou a norma técnica que regulementou a prática do aborto nos casos previstos em lei, ou seja, cumpriu um serviço apenas BUROCRÁTICO, que ia de encontro, RESSALTO E REPITO: a leis QUE JÁ EXISTIAM. O que Dilma defende é que o SUS esteja PRONTO para receber estas mães, seguindo a lei, com médicos e equipamentos. Para que estas mães nestas situações não usem, por exemplo, ervas que podem causar envenenamento ou agulhas de tricô na tentativa de abortar, por medo de serem presas, pela ignorância da atual legislação, além de preconceito diante da sociedade. Diferente demais, diga-se de passagem, das mulheres que tem grana, as artistas globais: para elas ABORTO não é problema MORAL. O $ PAGA! Confirmem melhor e com mais fontes, as mais diversas possíveis, antes de publicarem opiniões fechadas ou em agrado ou desagrado em relação a este ou aquele candidato. Mostrem a posição de responsabilidade e postura mais séria com seus leitores. Afinal, é isso que esperamos de vcs. Quer analisar criticamente alguma informação: faça-o de amneira diligente, prudente e responsável.Nós merecemos isto. Obrigado.

  4. Não pude notar certas mensagens que li aqui. Especialmente as que falam do aborto. Primeiramente, ogstaria de esclarecer que existe uma questão básica de organização em um todo e qaulquer partido: essas resoluções dos Congressos Nacionais dos partidos são diretrizes votadas e aprovadas na instância dos partidos, e não SÃO PROGRAMA DE GOVERNO de um candidato. Há diferenças fundamentais. Em 2o. lugar, como o próprio texto mais acima acima mostrou, em momento algum o tema "ABORTO" foi sequer citado. Falou-se em REAFIRMAR direitos que a mulher deveras tem! Em momento algum Dilma se posicionou a favor do aborto, falou sempre sim: de preparar o SUS para receber mulheres que fazem aborto (só para que todos saibam: 1 em cada 5 mulheres já fizeram aborto no Brasil!), isto é, em casos que JÁ SÃO PREVISTOS em LEI (2 casos: ESTUPRO E RISCO GRAVE DE MORTE PARA A MÃE). Repito: NUNCA disse isso, e não existe vídeo nem gravação nem esntrevista que confirme isto. Em 3o. lugar, para quem ainda duvida dos valores cristãos/católicos de Dilma, basta ler o artigo que o Frei Beto escreveu sobre ela (que havia sido sua vizinha na infância) a fé de Dilma, no Colégio Católico, as orações de noite enquanto presos políticos na época do Regime… Está lá, na Folha de São Paulo e na Revista Carta Capital que saiu recentemente: http://www.cartacapital.com.br/politica/dilma-e-a-fe-crista/.

    4o. lugar: há meses pesquiso muito sobre o cenario politico brasileiro, e venho acompanhando as posições dos candidatos desde a época das pré-candidaturas. Sempre lia e ouvia que a Marina Silva "era favorável à realização de plebiscito para temas complexos, como regulamentação do aborto e do uso da maconha Para quem quiser está na FSP: www1.folha.uol.com.br/poder/786372-marina-defende-plebiscito-sobre-aborto-e-cita-obama-ao-justificar-posicao-em-pesquisas.shtml. Quinto e último lugar: Serra editou a norma técnica que regulementou a prática do aborto nos casos previstos em lei, ou seja, cumpriu um serviço apenas BUROCRÁTICO, que ia de encontro, RESSALTO E REPITO: a leis QUE JÁ EXISTIAM. O que Dilma defende é que o SUS esteja PRONTO para receber estas mães, seguindo a lei, com médicos e equipamentos. Para que estas mães nestas situações não usem, por exemplo, ervas que podem causar envenenamento ou agulhas de tricô na tentativa de abortar, por medo de serem presas, pela ignorância da atual legislação, além de preconceito diante da sociedade. Diferente demais, diga-se de passagem, das mulheres que tem grana, as artistas globais: para elas ABORTO não é problema MORAL. O $ PAGA! Confirmem melhor e com mais fontes, as mais diversas possíveis, antes de publicarem opiniões fechadas ou em agrado ou desagrado em relação a este ou aquele candidato. Mostrem a posição de responsabilidade e postura mais séria com seus leitores. Afinal, é isso que esperamos de vcs. Quer analisar criticamente alguma informação: faça-o de amneira diligente, prudente e responsável.Nós merecemos isto. Obrigado.

  5. Não pude notar certas mensagens que li aqui. Especialmente as que falam do aborto. Primeiramente, ogstaria de esclarecer que existe uma questão básica de organização em um todo e qaulquer partido: essas resoluções dos Congressos Nacionais dos partidos são diretrizes votadas e aprovadas na instância dos partidos, e não SÃO PROGRAMA DE GOVERNO de um candidato. Há diferenças fundamentais. Em 2o. lugar, como o próprio texto mais acima acima mostrou, em momento algum o tema "ABORTO" foi sequer citado. Falou-se em REAFIRMAR direitos que a mulher deveras tem! Em momento algum Dilma se posicionou a favor do aborto, falou sempre sim: de preparar o SUS para receber mulheres que fazem aborto (só para que todos saibam: 1 em cada 5 mulheres já fizeram aborto no Brasil!), isto é, em casos que JÁ SÃO PREVISTOS em LEI (2 casos: ESTUPRO E RISCO GRAVE DE MORTE PARA A MÃE). Repito: NUNCA disse isso, e não existe vídeo nem gravação nem esntrevista que confirme isto. Em 3o. lugar, para quem ainda duvida dos valores cristãos/católicos de Dilma, basta ler o artigo que o Frei Beto escreveu sobre ela (que havia sido sua vizinha na infância) a fé de Dilma, no Colégio Católico, as orações de noite enquanto presos políticos na época do Regime… Está lá, na Folha de São Paulo e na Revista Carta Capital que saiu recentemente: http://www.cartacapital.com.br/politica/dilma-e-a-fe-crista/.

    4o. lugar: há meses pesquiso muito sobre o cenario politico brasileiro, e venho acompanhando as posições dos candidatos desde a época das pré-candidaturas. Sempre lia e ouvia que a Marina Silva "era favorável à realização de plebiscito para temas complexos, como regulamentação do aborto e do uso da maconha Para quem quiser está na FSP: www1.folha.uol.com.br/poder/786372-marina-defende-plebiscito-sobre-aborto-e-cita-obama-ao-justificar-posicao-em-pesquisas.shtml. Quinto e último lugar: Serra editou a norma técnica que regulementou a prática do aborto nos casos previstos em lei, ou seja, cumpriu um serviço apenas BUROCRÁTICO, que ia de encontro, RESSALTO E REPITO: a leis QUE JÁ EXISTIAM. O que Dilma defende é que o SUS esteja PRONTO para receber estas mães, seguindo a lei, com médicos e equipamentos. Para que estas mães nestas situações não usem, por exemplo, ervas que podem causar envenenamento ou agulhas de tricô na tentativa de abortar, por medo de serem presas, pela ignorância da atual legislação, além de preconceito diante da sociedade. Diferente demais, diga-se de passagem, das mulheres que tem grana, as artistas globais: para elas ABORTO não é problema MORAL. O $ PAGA! Confirmem melhor e com mais fontes, as mais diversas possíveis, antes de publicarem opiniões fechadas ou em agrado ou desagrado em relação a este ou aquele candidato. Mostrem a posição de responsabilidade e postura mais séria com seus leitores. Afinal, é isso que esperamos de vcs. Quer analisar criticamente alguma informação: faça-o de amneira diligente, prudente e responsável.Nós merecemos isto. Obrigado.

Deixe uma resposta