Dilma divulga carta para dizer que é contra aborto

0

Dilma divulga carta para dizer que é contra aborto

Cobrada por movimentos religiosos a se posicionar claramente sobre temas como aborto e casamento entre homossexuais, a candidata à Presidência pelo PT, Dilma Rousseff, divulgou mensagem, ontem, para tentar, nas palavras dela, “pôr um fim definitivo à campanha de calúnias e boatos” espalhados pelos adversários.

A mensagem foi entregue a parlamentares e líderes religiosos apoiadores da campanha petista para ser distribuída nas igrejas e cultos. No texto, Dilma é enfática ao negar ser favorável ao aborto, mas evita entrar no debate sobre casamento entre homossexuais. Uma das cobranças feitas a ela na quarta-feira, em encontro com evangélicos, era de que se comprometesse por escrito a não enviar ao Congresso projetos de lei que permitam o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

A carta assinada por ela ontem, no entanto, faz promessas genéricas. “Eleita presidente da República, não tomarei a iniciativa de propor alterações de pontos que tratem da legislação do aborto e de outros temas concernentes à família e à livre expressão de qualquer religião no País”, afirma.

Além da resistência de Dilma em assinar a carta, a avaliação da campanha foi de que, ao se posicionar contra o casamento entre homossexuais, a candidata corre risco de perder mais votos do que ganhar.

“Sou pessoalmente contra o aborto e defendo a manutenção da legislação atual sobre o assunto”, continua Dilma, defensora, no passado, da descriminalização da prática e a discussão do tema como questão de Saúde Pública.

“Acho que tem de haver descriminalização do aborto. O fato de não ser regulamentado é uma questão de Saúde Pública. Não é uma questão de foro íntimo, não”, disse, em entrevista à Folha de S.Paulo, em 2007.

Dilma Rousseff diz ainda que, se aprovado pelo Senado o projeto que torna crime a homofobia no País, sancionará apenas “os artigos que não violem a liberdade de crença, culto e expressão e demais garantias constitucionais individuais existentes no Brasil”. Este projeto tramita há nove anos no Congresso, e é rejeitado por movimentos religiosos pelo temor de que padres e pastores sejam punidos por fazerem sermões contra homossexuais.

A candidata também se compromete a sancionar, caso seja aprovado, o PLC 122, projeto de lei que propõe a criminalização da homofobia, “nos artigos que não violem a liberdade de crença, culto e expressão”.

A petista comenta ainda sobre o PNDH3 (Programa Nacional de Direitos Humanos), o qual diz ser apenas “uma carta de intenções”. Lançado pelo governo Luiz Inácio Lula da Silva no fim do ano, o plano propõe, entre outras ações, a descriminalização do aborto e operação de troca de sexo em hospitais conveniados ao SUS.
 Fonte :Diario do ABC
Veja também aqui no www.amigodecristo.com

Dilma Rousseff não merece voto evangélico, e muito menos José Serra!

Dilma Rousseff não merece voto evangélico, e muito menos José Serra! Escrevo esse manifesto convicto que ambos os candidatos a presidência da Republica, não merece os votos do…

 

DILMA NÃO QUER ASSINAR ACORDO

DILMA NÃO QUER ASSINAR ACORDO Candidata é à favor do aborto e do casamento entre homossexuais A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, resiste a assinar uma…

 

Dilma é contra ou a favor do aborto? Conheça as contradições do PT e da candidata

Dilma é contra ou a favor do aborto? Conheça as contradições do PT e da candidataAté a palavra aborto foi retirada das últimas declarações da presidenciável petista Dilma…

Dilma declara que em seu governo haverá procedimentos para a prática do aborto pelo SUS

Dilma declara que em seu governo haverá procedimentos para a prática do aborto pelo susAo ser perguntada sobre a sua posição quanto ao aborto e se tinha alguma experiência…

Série de vídeos: Católicos e Evangélicos se unem para desmentir Dilma

A união faz a força: Católicos e Evangélicos se unem nos ataques à Dilma Rousseff A candidata do PT Dilma Rousseff, tem tentado calar a voz de Evangélicos…

Deixe uma resposta