PT versus Evangélicos: 2 milhões de acessos na internet

0

  PT versus Evangélicos: 2 milhões de acessos na internet

As implicações políticas de ser evangélico no Brasil e as eleições 2010

“As implicações políticas de ser evangélico no Brasil e as eleições 2010” Ser evangélico é uma coisa que se insere numa longa tradição. O fundamentalismo propõe uma não-historicidade,, uma ruptura com a tradição protestante, em nome de uma postura isolacionista que é um engajamento às avessas: financiados por interesses capitalistas bem específicos, os ditames dos “fundamentais” da fé servem para congelar a reflexão e barrar as tentativas de transformar o mundo, lançando os adeptos dessa corrente numa expectativa da vida pós-morte no paraíso e condenando qualquer ativismo por justiça social na terra. Resta como única opção válida de atuação política a defesa dos interesses mesquinhos da igreja como instituição, jamais como veículo de implantação do Reino de Deus. Ou a defesa da “fé bíblica”, desde que entendida dentro da concepção de interpretação bíblica congelada pelo próprio dogma dos “fundamentais”, sem o que, afirma-se, não existe cristianismo.

Um vídeo de um pastor da 1ª Igreja Batista em Curitiba pedindo para fiéis não votarem no PT já teve dois milhões de acessos no YouTube desde 31 de agosto. Na semana passada, a gravação ganhou ainda mais popularidade quando o pastor Silas Malafaia pediu, em seu programa de TV Vitória em Cristo na Band, que os evangélicos assistissem ao vídeo.
O PT já enviou uma carta para Malafaia reclamando das acusações feitas pelo pastor Paschoal Piragine no vídeo. Afirmou Piragine:
– Dois deputados federais já foram expulsos do PT por se manifestarem contra o aborto. (…). Não estou dizendo para votar em A ou B, vou dizer em quem não votar.

 VEJA TAMBÉM

Católicos e evangélicos querem representantes para lutar pelas famílias

Durante o horário eleitoral gratuito na TV é cada vez mais comum propagandas de candidatos católicos ou evangélicos. São eles, pastores, bispos e membros confessos de determinadas denominações….
Fonte: Veja

Deixe uma resposta