Pastor Silas Malafaia declara apoio a Marina Silva

O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, Silas Malafaia, declarou apoio à candidata do PV, Marina Silva nesta sexta-feira, dia 24. O conferencista mantendo um discurso coerente com seus princípios, pediu votos através de seu twitter. Diferente de outros lideres da Assembleia de Deus como José Wellington Bezerra e Manoel Ferreira que declararam apoio a Dilma Rousseff, mesmo a petista sendo a favor do casamento gay e do aborto, Malafaia diz que foi coerente.

Faltando poucos dias para a eleição, acirrou-se na internet posicionamento sobre preferências. Dilma nos últimos dias declarou que tem apoio de pastores, após a repercussão negativa ao vídeo do pastor batista Paschoal Piragine Jr. Serra, que visitou a EXPOCRISTÃ e condenou Dilma por se declarar católica apenas em período eleitoral, também tem repetido seu compromisso com os evangélicos, que começou quando era governador do Estado de São Paulo.

Silas disse mais: “espero que, se Dilma ganhar, vocês que são cristãos não fiquem envergonhados, e não se calem diante de coisas que viram por aí, e que só o tempo poderá nos mostrar. Sinceramente, honestamente, gostaria de estar equivocado em relação às posições do PT. Não ficarei triste se o tempo mostrar que estou equivocado nestas questões, porque no tempo presente, elas são a realidade dos fatos.”
Veja Também:

Dilma diz que é cristã e vai a candomblé receber ‘benção’ para campanha

Para atrair os votos de todos os credos, a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, assistiu ontem a uma missa pela manhã e disse que é, sim, católica. À noite, a ex-ministra recebeu a ‘bênção’ de mães de santo em um evento promovido pelo PT.

Postagem atualizada, o Pr Silas Malafaia não apóia mais Marina Silva segue o Link abaixo:

NÃO VOTO MAIS EM MARINA E DIGO POR QUÊ

Pr. Silas Malafaia:”NÃO VOTO MAIS EM MARINA E DIGO POR QUÊ” Pior do que o ímpio é um cristão que dissimula. Eu queria entender como uma pessoa que se diz cristã, membro da Assembleia de Deus, afirma que se for eleita presidente do Brasil vai convocar um plebiscito para que o povo decida se aprova ou não o aborto, ou se aprova ou não o uso da maconha.

Marina precisa aprender com a ex-senadora Heloísa Helena, católica praticante e pertencente a um partido ultrarradical. Heloísa Helena declarou peremptoriamente: “Sou contra o aborto!” Na audiência pública da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, deu um verdadeiro show, não apenas à luz de questões religiosas, como também científicas. Ela mostrou a desgraça, a mazela, e uma das coisas que mais aborrecem a Deus: a força dos poderosos contra os indefesos.

Fonte: CREIO

COMPARTILHAR