Pastor dos EUA cancela queima do Alcorão

O pastor Terry Jones voltou atrás nesta e anunciou que não queimará o Alcorão

0
Pastor dos EUA cancela queima do Alcorão
Pastor dos EUA cancela queima do Alcorão

Pastor dos EUA cancela queima do Alcorão – Após uma série de apelos dentro e fora dos Estados, incluindo do presidente Barack Obama , o pastor Terry Jones voltou atrás nesta quinta-feira e anunciou que não queimará mais exemplares do Alcorão no próximo sábado, quando serão lembrados os nove anos dos atentados do 11 de Setembro.

À frente há anos de uma dura campanha contra o islamismo, o pastor, que lidera uma igreja protestante de apenas 30 membros, disse ter feito um acordo com líderes muçulmanos para que não seja construída a polêmica mesquita perto do antigo World Trade Center, em Nova York. Porém, segundo a agência de notícias AP, o próprio imã Muhammad Musri, que estava ao lado dele no momento do anúncio na Flórida, negou ter havido qualquer negociação.

Musri, líder da Sociedade Islâmica da Flórida Central, explicou que o que foi feito foi uma oferta para que Terry Jones seja recebido em Nova York pelo imã Feisal Abdul Rauf, que na noite passada havia aberto as portas para um acordo que levasse para outro lugar a mesquita planejada para os arredores do Marco Zero.

Fontes próximas ao imã de Nova York, que se disseram surpresas com o pronunciamento, também deixaram claro que, ao contrário do anunciado pelo pastor da Flórida, ainda não há acordo para uma mudança de planos sobre a mesquita.

– Nós estamos agora, obviamente, contra a ideia de qualquer outro grupo queimar exemplares do Alcorão. Nós pediríamos neste momento que ninguém queime exemplares do Alcorão – afirmou o pastor da Flórida.
Antes de cancelar a queima do livro sagrado do islamismo, Terry Jones havia dito que, como cristão, tinha direito de fazer isso porque o livro é “cheio de mentiras”. Apesar de admitir seu pouco conhecimento sobre o Alcorão, considerou que o Islã “é do demônio” porque diverge dos ensinamentos da Bíblia.
Alertas

A Interpol havia lançado um alerta global nesta quinta sobre um maior risco de ataques terroristas caso ocorresse a planejada queima de exemplares do Alcorão.
“Se a proposta queima do Alcorão por um pastor nos EUA ocorrer como planejado, há uma forte tendência de que ataques violentos contra pessoas inocentes ocorram a seguir”, disse a Interpol em comunicado dirigido aos 188 países que integram a organização.

Mesma opinião foi mostrada por Obama. Em entrevista à rede de TV ABC, o presidente americano disse que o plano favorece a al-Qaeda e fez um apelo para que Jones “entenda que este é um ato destrutivo” e que ajuda terroristas.
Pouco antes do cancelamento do protesto, o secretário de Defesa dos EUA, Robert Gates, chegou a convocar o pastor para uma reunião sobre o caso.
Fonte: O Globo

1 COMENTÁRIO

  1. Com relação a queimar livros – Atos dos apóstolos Capitulo 19 registra:

    "19 Muitos também dos que tinham praticado artes mágicas ajuntaram os seus livros e os queimaram na presença de todos; e, calculando o valor deles, acharam que montava a cinqüenta mil moedas de prata.
    20 Assim a palavra do Senhor crescia poderosamente e prevalecia."

    A matéria relata que Terry Jones, confessa não conhecer o alcorão.

    O Texto de Atos dos apóstolos declara que quem queimou os livros foram antigos praticantes das artes mágicas, que se converteram ao cristianismo.

    O texto revela converssão, mudança de credo, de valores, de atitudes e não protesto político, revanche, ou busca de notoriedade.

    O nosso convite continua: Busquemos o conhecimento da palavra de Deus, para falarmos daquilo que conhecemos e vivemos, como fizeram os irmãos primitivos!

    Ministro Tercival – http://www.deusebom.com

Deixe uma resposta