"Nunca fumei maconha e nunca bebi", diz Marina Silva

0

“Nunca gostei da forma como muitas vezes, até no meio religioso, as pessoas ficavam dizendo que o presidente Lula ia acabar com a Bíblia e com a religião”. 

A candidata à presidência pelo Partido Verde, Marina Silva, afirmou, durante sabatina promovida pela Rede Record nesta quinta-feira (15), nunca ter fumado maconha e ser contra a legalização da droga. “Nunca fumei maconha, nunca bebi bebida alcoólica, só Biotônico Fontoura. (…) Tenho uma posição contrária e defendo o plebiscito. Acho que falta informação sobre o tema”.
Questionada sobre o casamento homossexual, Marina afirmou que trata a questão diferenciando o direito à união civil do casamento. “No meu entendimento, o casamento é um sacramento. Não faço aquele jogo de falar por entre os dentes, de ir à Igreja e dizer uma coisa e ir à comunidade e dizer outra”. Sobre a adoção por casais gays, Marina disse caber aos especialistas a decisão de quem é apto para adotar uma criança.
A candidata ainda afirmou que o uso do Santo Daime em cultos religiosos não pode ser visto com preconceito, mas se retirado do contexto, pode levar a aborrecimentos. “É uma prática religiosa que tem origem em comunidades indígenas. Tirado do contexto e tratado de forma esteriotipada, pode criar problemas. Mas não pode ser tratado com preconceito”.
Preconceito
Marina afirmou sofrer preconceito por ser evangélica e se defendeu dizendo que ter uma religião não a torna uma pessoa conservadora e limitada. “Fico triste quando vejo algumas pessoas acharem que pelo simples fato de professar a fé evangélica eu seria, a priori, uma pessoa limitada, conservadora”.
A candidata verde disse ainda que sempre fez questão de combater o preconceito contra as pessoas que não têm uma religião. “Nunca gostei da forma como muitas vezes, até no meio religioso, as pessoas ficavam dizendo que o presidente Lula ia acabar com a Bíblia e com a religião”.
Fonte: Terra

Veja também: Ela se contradiz na noticia abaixo!

Marina Silva, candidata evangélica a presidente, diz que não poderá ser contra o casamento gay

Diferente do que era esperado, por se tratar de uma pré candidata a presidência da república declaradamente evangélica, a atual senadora pelo Partido Verde, Marina Silva, disse em entrevista que caso vença as eleições não irá se opor à união civil entre pessoas do mesmo sexo. Ou melhor ela diz que não irá ser oposição a libidinagem homofóbica… »» Leia Mais

Deixe uma resposta