Deixem a mão de Deus fora da Copa do Mundo

0
Deixem a mão de Deus fora da Copa do Mundo
Deixem a mão de Deus fora da Copa do Mundo

Dirão que me contradigo, mas deixem Deus de fora da Copa do Mundo. Um gol feito com a mão (ou com o braço), como o Luís Fabiano, dito Fabuloso, contra a Costa da Marfim, não é obra de Deus. Até que o toque do Fabuloso foi involuntário, mas, se ajudou a controlar a jabulani, não foi legal.
Dirão que me contradigo, porque disse que os atletas cristãos (ou de qualquer outra religião) devem ter garantido o direito de comemorar(em) seu(s) gol(s) com manifestações religiosas, se quiserem.
Agora, é diferente. Deus não é autor de nenhum gol, seja ele legal ou ilegal. Quem os marca são os jogadores. Eles são responsáveis por seus atos, sejam de defesa ou de ataque. Eles são responsáveis por suas faltas e expulsões. Se dão uma cotovelada e o juiz não viu e não deu, é injustiça e Deus não participa disto, porque Ele é absolutamente justo. Se marcam um gol, considerado legal, é mérito deles. Se perdem um gol feito, é falha deles.
Como poderia Deus estar atrás de uma ilegalidade? Se um atleta agradece por um gol ilegítimo, como oraria o goleiro vazado? Se um título é conquistado com um gol de mão, quem é Deus para o perdedor? Se Kaká não tivesse sido expulso, poderia atribuir o fato a Deus?
Quando Maradona fez o gol do título em 1986, atribuiu-o a Deus. Certamente, foi uma ironia, já que não tinha como justificar seu pecado (esta é a palavra, válida também no interior das quatro linhas). Qualquer um que atribua a Deus seu gol fora das regras, deve estar rindo.
Rindo e tomando o nome de Deus em vão.

Por : Israel Belo de Azevedo Pr e colunista do Extra

1 COMENTÁRIO

  1. Excelente, concordo plenamente. Esta coisa de colocar Deus no futebol isso para mim nunca fez nem faz qualquer sentido. É completamente contraditório, visto que existem duas equipes. E se dos dois lados existirem cristãos? "Deus" ficará dividido?

  2. Ótima comparação, até para ajudar uma consciência pesada, estão atribuindo o "mérito" a outrem, e em muitos casos a Deus.

    Muito bom, que Deus te abençoe cada vez mais irmão!

Deixe uma resposta