RESPOSTA AOS DEFENSORES DA PROSTITUIÇÃO

0
RESPOSTA AOS DEFENSORES DA PROSTITUIÇÃO
RESPOSTA AOS DEFENSORES DA PROSTITUIÇÃO

RESPOSTA AOS DEFENSORES DA PROSTITUIÇÃO

A bancada evangélica, pelo seu protesto contra o absurdo de se considerar a prostituição como “utilidade pública”, foi tachada pejorativamente de “intolerante”. Ora bolas, e desde quando a prostituição é permitida pela lei? E se algum dia for admitida legalmente, por algum acaso deixará de ser imoral e indecente? Pois se é uma “utilidade pública”, então devemos abrir as portas dos bordéis, “pousadas”, motéis e prostíbulos em geral, para nossos filhos, adolescentes e jovens, para que aprendam a serem úteis!!!
Quem quer que tenha criado essa aberração é um pervertido, inconseqüente, imoral, inimigo da família e traidor dos seus deveres como parlamentar e representante do povo!!! Talvez esse desprojeto (na verdade um dejeto!), tenha por objetivo respaldar os futuros embalos dos parlamentares que votaram a favor dessa indignidade. Se qualquer deles, após a aprovação dessa indecência, for flagrado com alguma adolescente (ou algum adolescente, no caso de parlamentares mulheres e de enrustidos soltadores de frangas) em algum “Serviço de Utilidade Pública”, terão a desculpa de estarem fazendo um ato “didático”!
Francamente, essas figuras ridículas desmoralizam tanto a outrora classe honrada e nobre da política, que até sentimos nojo e revolta de sermos obrigados a votar e corrermos o risco de escolhermos essa canalhada para nos representar! E quando aparecem pessoas honestas e de caráter (esses sim, os verdadeiros representantes da sociedade), independentemente da fé que professam (ou até mesmo ateus, porém, não sem-vergonhas) e se colocam contrários a essa safadeza, são tachados de “intolerantes”!
O que é que há, seus parlamentares de araque?! Se querem inventar mais um imposto, o imposto da prostituição (era o que faltava, aliás!!!), não fiquem iludindo as prostitutas com essa conversa fiada! Se querem ajudá-las, criem algum mecanismo que lhes forneça meios de vida e trabalho digno, ao invés de afundá-las de vez na lama da imundície!
Não pensei que, na altura de meus 58 anos, pudesse testemunhar tanta baixeza moral, tanta corrupção, tanta falta de moral e de vergonha! E ainda posso até ser processado por essa cambada de sem-vergonhas sem caráter e sem pudor! E não seria de se admirar, já que está se tornando comum beneficiar-se a escória humana do sub-mundo, em detrimento de cidadãos honrados, trabalhadores, cumpridores de seus deveres, pagadores de impostos escorchantes, que acabam por servir de sustento, não só dos honestos parlamentares, mas também dessa caterva sem moral e sem respeito pela família e pela sociedade!
Tenho dito! E assino em baixo! Ou em cima! Ou em qualquer outro lugar!!!

CRÔNICA DE: Sérgio Aparecido Dias
Editor do blog : AMAZÔNIA VIVA

1 COMENTÁRIO

  1. Caro amigo e irmão.

    Quero ser solidário a teu protesto e revolta, e fazer minhas tuas palavras.

    Até que ponto pode chegar iso que chamam de seres humanos? Pergunta para um sem vergonha desses que criou essa lei e aos demais que concordaram se eles pretendem por suas filhas nestes locias para aprenderem a ser úteis? Para essa raça de víboras, é muito mais fácil legalizar o que é imoral e desumano, que abrir mão de seu edonismo tenebroso.

    Um abraço amigo.

  2. oi querido falbo, to abismada com o termo utilidade publica, que cara de pau quem mandou esta frase estupida, to chocada, escrevi um pouco sobre isso no sabado, é triste como estas pessoas são tratadas apenas como um produto, mas na realidade são apenas pessoas sedentas de Deus, e com o disse no meu post: como coverterão se não há quem pregue?

    seu blog ta cada vez mais bonito, super lindo e profissional,
    fique na paz, e ve se não some!
    um forte abraço!

Deixe uma resposta