ÁGUIA, O CORVO E O PASTOR

3

ÁGUIA, O CORVO E O PASTOR
A águia estava voando à procura de algo para comer quando em dado momento ela desceu das alturas, prendeu em suas garras um cordeirinho que acabara de nascer e foi-se embora com ele.
Pousado em uma árvore ali perto um corvo assistiu a tudo, ficou entusiasmado com o que acabara de presenciar, alçou vôo e se lançou como uma flecha sobre um carneiro que pastava pouco adiante, mas o fez de forma tão atabalhoada que acabou se enredando todo na lã do animal que pretendia transformar em presa, passando então a bater as asas desesperadamente, mas sem conseguir se libertar.
Ao perceber o que acontecia, o pastor do rebanho foi até onde carneiro estava, recolheu o corvo, cortou a ponta de suas asas e o levou para casa, como presente aos filhos. E quando estes lhe perguntaram que ave era aquela, ele respondeu com ironia:
– Para mim ele é apenas um corvo, mas o coitado acredita que é uma águia.
Moral da história:
Procure fazer sempre aquilo para o qual você esteja preparado, e não o que contrarie sua capacidade e conhecimento.
Baseado em uma fábula de Esopo.

3 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta